Mundo Vino

Como o serviço do vinho é feito durante a pandemia

Sommeliers norte-americanos estão se adaptando à nova realidade após a abertura dos restaurantes


 

Nos Estados Unidos, os restaurantes começaram a reabrir repletos de precauções e limitações diante da pandemia do Covid-19. Luvas, álcool gel, limpeza redobrada, distanciamento entre mesas, muita coisa precisou mudar e isso também incluiu o serviço de vinhos. Como o sommelier, com máscara, pode sentir o aroma do vinho para verificar se há defeitos? Como abrir a garrafa com luvas? Esses são alguns dos desafios.

LEIA MAIS

» O serviço do vinho

» Como atingir a temperatura certa de serviço dos vinhos?

“Abrir uma garrafa com uma máscara significa que eu não sinto o cheiro do vinho e de possíveis defeitos, então tenho que fazer uma pequena oração sempre que abro uma garrafa”, diz Amy Mundwiler, diretora de vinhos do Maple & Ash, em Chicago. “Quanto ao serviço, costumávamos degustar com os convidados com bastante liberdade e mostrar garrafas de vinho, etc. Agora, com o aumento do nível de higienização e os esforços para reduzir o contato, precisamos encontrar outras maneiras de fazer com que os hóspedes sintam que estão recebendo uma experiência única de vinho. É muito mais difícil – quase impossível. Ainda conversamos com as mesas e explicamos nossos flights de vinho em detalhes. Para o serviço, nossa prova inicial é a mesma, mas permitimos que os hóspedes reabasteçam suas próprios taças”, diz Swati Bose, coproprietária e diretora de vinhos do Flight Wine Bar, em Washington.

“Como todos os outros restaurantes sofisticados, estamos trabalhando em como apresentar uma lista de vinhos de 50 páginas de maneira segura. Estão disponíveis listas descartáveis e estamos analisando o que os convidados preferem: recebendo por e-mail no momento da reserva, acessando um código QR ou outro meio”, afirma Wendy Heilmann, diretora de vinhos do Pebble Beach Resot, na Califórnia. “Durante o serviço de vinhos, perguntamos aos convidados se eles gostariam de guardar a rolha. No passado, colocávamos a rolha automaticamente em uma placa sobre a mesa”, aponta Juan Gomez, sommelier no Breakers, em Palm Beach, Flórida.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 11 de Outubro de 2020 às 10:00


Notícias Sommelier Vinho Serviço Pandemia

Artigo publicado nesta revista