Cultura Luso-Brasileira


Exponor Brasil/divulgação
Domingos Meirelles
Nascido em Angola, mas criado em Portugal, Domingos Meirelles é diretor de marketing e vendas da EXPONOR Brasil, empresa dedicada a organização de feiras e exposições de caráter internacional na América Latina com filial no Brasil desde 1999. Em 2002, Domingos veio ao Brasil desenvolver um projeto cultural pela empresa e acabou ficando de vez. Aliou o trabalho aos estudos de MBA da USP, que teve como tema de conclusão do curso a Feira ExpoVinis Brasil. #R#

Apaixonado pela diversificação da metrópole paulistana, ele revela seu ponto de vista sobre o vinho e sua importância em nosso país. Atualmente e em paralelo com a direção da feira, freqüenta o prestigiado Mestrado em Marketing de Vinhos da Organization Internacionale de la Vigne et du Vin (OIV), curso este da Universidade de Paris e que é ministrado nas principais regiões vinícolas do mundo.

A ExpoVinis é uma das iniciativas da EXPONOR. Qual a importância econômica do produto "vinho"?
A produção e comercialização do produto vinho são partes muito importantes da economia de muitos países, não só pelos valores monetários que o negócio envolve, mas, sobretudo pela criação de emprego gerada por essa atividade. Neste capítulo, a vitivinicultura reveste-se da maior importância quando consegue manter a população no interior de vários países, evitando, desta forma, um êxodo rural ainda maior.

Qual o seu vinho predileto? E como você acha que o mundo, fora Portugal, enxerga o vinho de vocês?
Como diretor da Feira ExpoVinis seria muito deselegante da minha parte falar no meu vinho predileto. Tenho tido a oportunidade de beber vários tipos de vinho, de várias regiões. Gosto de muitos para eleger apenas um. Prefiro dizer que gosto muito de tomar vinho e que recomendo a todos os leitores da Adega a não só tomarem vinho (com moderação), mas também a conquistarem mais pessoas para essa prática tão prazerosa e saudável.

Como tem sido o crescimento da ExpoVinis?
A ExpoVinis Brasil tem crescido todos os anos. Quando a EXPONOR Brasil adquiriu a VivaVinho, a Feira era pequena, realizada com algumas dificuldades e mantida quase exclusivamente pela vontade inabalável da Zoraida Viotti (antiga proprietária). A EXPONOR Brasil reconheceu o potencial da Feira e do setor, investiu e neste momento é um grande motivo de orgulho para a organização. Quem conhece as Feiras Internacionais de Vinho, sabe que a Feira de São Paulo tem uma grande importância. É, sem sombra de dúvidas, a maior Feira da América do Sul.

Como será a ExpoVinis 2006?
A edição desse ano será maior e melhor que a anterior. O número de expositores cresceu e mais uma vez vamos ter presente, marcas de todo o mundo, fato que traduz não só a enorme abertura do mercado brasileiro como a grande expectativa que o mundo inteiro tem no desenvolvimento deste mercado. Este ano vamos contar com a presença de Stephen Brook, editor da revista inglesa Decanter e Regional Chairman, da Decanter World Wine Awards, que vai comandar algumas degustações na Feira, entre as quais posso destacar uma de Tops da Borgonha e uma degustação comemorativa dos 250 anos da região do vinho do Porto.

Qual a grande novidade da feira para esse ano?
A grande novidade é a introdução do prêmio Top Ten ExpoVinis Brasil. Este ano, um painel de ilustres degustadores, presidido pelo Stephen Brook, selecionará cerca de 100 vinhos na feira para, posteriormente, degustá-los às cegas. Deste grupo de vinhos sairão os vencedores do troféu. Estaremos premiando 3 tintos, 3 brancos, 3 espumantes e 1 rosé.

Da redação

Publicado em 18 de Abril de 2006 às 14:04


Entrevista

Artigo publicado nesta revista

Escolha a sua safra

Revista ADEGA 7 · Maio/2006 · Escolha a sua safra