Vinícolas do mundo

De campo de polo a um dos maiores terroirs do Chile, conheça o Viñedo Chadwick

O sonho da família para honrar Don Alfonso Chadwick Errázuriz materializado em um vinho ultra premium


 

Viñedo Chadwick e as balizas do antigo campo de Polo

Parte da aristocracia do vinho chileno, a história deste Cabernet do Maipo, ícone do grupo Errázuriz, remonta a 1942, quando Alfonso Chadwick compra o fundo San José de Tocornal, localizado na comuna de Puente Alto para montar um campo de polo.

LEIA MAIS

» Eduardo Chadwick: como o mestre chileno catapultou o vinho do seu país para o mundo

» Conheça uma das vinícolas pioneiras no Chile - a Viña Errázuriz

Em 1968 ele vende grande parte dessas terras a Concha y Toro, que depois produzirá ali nada menos que Don Melchor e Almaviva. Mas Alfonso ficou com sua casa e 25 hectares de propriedade, incluindo o campo de polo, sua paixão.

Em 1992 seu filho Eduardo Chadwick - hoje presidente de Errázuriz - o convence de transformar o campo de polo em um vinhedo e planta as primeiras parreiras. Alfonso Chadwick faleceu em 1993 e não viu o vinho que sairia e do grande terroir que tinha nas mãos.

Produzido desde 1999, o Viñedo Chadwick teve na safra 2014 seu, por enquanto, apogeu e continua produzindo esse ícone no seu terroir único, unindo o conhecimento de um dos maiores enólogos chilenos com um clima e solo sem iguais.

Confira aqui as safras que a ADEGA degustou e suas pontuações.

Da redação

Publicado em 1 de Outubro de 2020 às 14:00


Enocultura chadwick viñedo Maipo vinho Chile