21% dos consumidores de vinho nos Estados Unidos são movidos pelo preço

Pesquisa da Constellation Brands mapeou o perfil do consumidor norte-americano


Pelo preço, pelo conhecimento adquirido, estimulados por uma ocasião, pela paixão, para promover o status social ou simplesmente por serem recentes apreciadores de vinho são alguns dos critérios e perfis dos consumidores estadunidenses de vinho divulgados por um estudo feito pela Constellation Brand, líder mundial no negócio de vinho. 

Divulgação

Apenas 10% são amantes declarados de vinho

O estudo denominado “Project Genome – The Evolution of the Wine Consumer” começou há 10 anos e, além da investigação profunda sobre os consumidores estadunidenses, o estudo também avaliou o perfil de consumo dos canadenses. Em 18 meses, 7 mil pessoas foram entrevistadas.

A partir dos resultados obtidos, o estudo divulgou os seis principais perfis dos consumidores norte-americanos de vinho. Dos 7 mil entrevistados, 21% considera o preço como fator importante no momento da aquisição de um vinho e 20% é pautado pelo conhecimento e gosto adquiridos por determinado tipo de vinho.

Além destes, 19% é o grupo que bebe somente em ocasiões e não estão interessados em adquirir um vinho. Destes, 18% colocam a bebida como um acessório para promover a sua imagem social e estão dispostos a pagar até US$ 12 por um rótulo.

12% são jovens que estão começando a apreciar o vinho, mas que estão preocupados com a complexidade que o produto apresenta. Estes estão dispostos a pagar até € 13 (US$ 17) por uma garrafa e consideram o vinho como um suporte para a socialização.

10% são os amantes declarados do vinho. Para este o grupo, a bebida assume um papel importante na vida de cada integrante. Não há muitos, mas eles são os que promovem a cultura do vinho.

Da redação

Publicado em 6 de Agosto de 2014 às 08:22


Notícias EUA Canadá consumidores de vinho