Mundovino

Garrafa de Romanée-conti é vendida por mais de R$ 2 milhões, mas venda é cancelada por suspeita de falsificação

Outra foi retirada antes da batida do martelo com a mesma suspeita


Garrafa de Romanée-conti é vendida por mais de R$ 2 milhões, mas venda é cancelada por suspeita de falsificação

A Domaine de la Romanée-Conti é uma das mais visadas pelos falsificadores

Em Hong Kong um leilão da Acker tinha como um dos principais lotes uma garrafa de 6 litros do Romanée-Conti safra 2002 da Domaine de la Romanée-Conti (DRC). Uma das mais tradicionais vinícolas do mundo.

» Argentino Sergio Calderón é eleito melhor sommelier do mundo

O lote foi arrematado por 3,1 milhões de dólares de Hong Kong – cerca de 2,2 milhões de Reais – porém, a venda foi cancelada por uma suspeita de falsificação.

Outra garrafa também de seis litros do mesmo vinho, mas agora da safra 2000, foi retirada antes de outro evento com a mesma suspeita. “A garrafa de seis litros da RDC Romanée-Conti 2000 foi impressa no catálogo do leilão, mas assim que nossa inspeção final foi feita, retiramos o lote antes do leilão”, disse a empresa de leilões à revista britânica Decanter.

As suspeitas foram inicialmente levantadas pelo especialista em fraudes Don Cornwell do site Wine Beserkers e confirmadas pelos especialistas da Acker.

Segundo a empresa, as suspeitas não influenciaram nos resultados dos leilões que bateram recordes de venda. A Domaine de la Romanée-Conti é uma das mais visadas pelos falsificadores pelos altos preços que seus vinhos alcançam em leilões e a grande busca por vinhos da vinícola borgonhesa.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Assine ADEGA

André De Fraia

Publicado em 25 de Novembro de 2021 às 08:15


Mundovino Romanée-conti Leilão Falsificação Domaine de la Romanée-Conti Acker