Mundovino

Garrafas maiores preservam melhor o vinho depois de aberto

Quem diz são especialistas na Austrália, por conta da menor relação entre o oxigênio que entra na garrafa e a quantidade de vinho que há lá dentro


Garrafas maiores podem ser a solução para quem bebe um pouco por noite

“Frequentemente servimos vinhos em garrafas magnum no Bar Liberty, não apenas pelos óbvios motivos teatrais, mas para ver como o oxigênio interage com alguns de nossos vinhos”, diz Josh Begbie, gerente do restaurante que fica em Melbourne, Austrália.

É por lá que diversos especialistas perceberam que vinhos de garrafas maiores como a Magnum – que tem capacidade de um litro e meio, o dobro de uma garrafa padrão – conservam o vinho por mais tempo após aberto.

Esta foi também a percepção de Olivia Bunny da Boatshed Wine Loft, que fica em Perth na costa oeste australiana. Ela concorda que garrafas maiores “mantém e prolongam a vibração do vinho por mais tempo depois de aberto”. Ela descobriu no dia a dia do restaurante que garrafas maiores, uma vez aberta, “podem durar mais de uma semana e assim posso ficar sossegada, porque não preciso pensar demais para abrir uma garrafa quando só preciso de uma taça”.

A explicação está por conta da menor relação entre o oxigênio que entra na garrafa após aberta e a quantidade de vinho que há lá dentro.

Com menos, digamos, oxigênio por vinho, a bebida se mantém melhor por mais tempo do que em garrafas menores.

» Como Winston Churchill bebeu 42 mil garrafas de Champagne

» Que taça escolher? Há um modelo para cada tipo de vinho

» Vinícola do icônico Château Haut-Brion faz grande aquisição e fica maior ainda, em Bordeaux

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 11 de Agosto de 2021 às 09:00


Mundovino Garrafas Guardar vinho depois de aberto Vinho após aberto Garrafa Magnum Vinho