Revista ADEGA
Busca

Os Vinhedos mais verdes

Nova Zelândia tem 96% de seus vinhedos classificados como sustentáveis

Relatório foi divulgado em comemoração ao Dia da Terra


Mais de 90% dos vinhos produzidos na Nova Zelândia são feitos em locais que têm certificação sustentável completa - Crédito: Divulgação SWNZ
Mais de 90% dos vinhos produzidos na Nova Zelândia são feitos em locais que têm certificação sustentável completa - Crédito: Divulgação SWNZ

Na celebração do Dia da Terra (22 de abril) os vinhateiros da Nova Zelândia divulgaram o seu relatório de sustentabilidade de 2022, que aponta que 96% dos vinhedos do país estão certificados como sustentáveis. São 1.840 vinhedos e 310 vinícolas.

O programa de certificação seguido pelo país é o Sustainable Winegrowing New Zeland (SWNZ) criado pela indústria em 1995 como base para melhoramento contínuo das práticas sustentáveis e para auxiliar e garantir que seus membros tivessem todas as orientações para implementar as práticas necessárias.

Os primeiros a aderir ao programa foram os viticultores, seguidos pelos produtores de vinhos em 2002, quando foi criado o primeiro certificado de sustentabilidade para as vinícolas. Segundo o SWNZ, mais de 90% dos vinhos produzidos na Nova Zelândia são feitos em locais que têm certificação completa, que inclui os vinhedos, as instalações de produção, o engarrafamento e as marcas: "Esse alto nível de participação da indústria numa cadeia de sustentabilidade é um imenso ponto que diferencia o vinho produzido na Nova Zelândia", afirma o relatório, que ainda mostra que 10% das vinícolas neozelandesas também são certificadas como orgânicas.

Para conseguir a certificação, produtores de uvas e de vinhos precisam completar relatórios anuais, receber os auditores em seus vinhedos ou vinícolas, responder a questionários sobre solo, recursos hídricos, recicláveis e não recicláveis, a integração com as pessoas que trabalham nos locais e, é claro, mudanças climáticas. Para os proprietários de vinhedos há ainda um diário a ser completado com todas as aplicações agroquímicas feitas a cada safra e apenas os produtos permitidos pelas diretrizes do programa podem ser utilizados, seguindo as regras de aplicação.

Nova Zelândia tem 96% de seus vinhedos classificados como sustentáveis
A certificação "Sustainable Winegrowing New Zeland" foi criada em 1995

"A indústria do vinho da Nova Zelândia ganha seu merecido lugar como uma das mais progressistas nações produtoras de vinho do mundo. Os 96% de certificação nos orgulham muito, mas o trabalho de verdade continua, para garantir que sejamos não apenas capazes de manter essa posição, como ainda melhorá-la", disse Edwin Massey, Gerente Geral de Sustentabilidade do grupo de produtores do país, durante o anúncio do relatório.

Os próximos passos dos vinhateiros são o de se tornarem “carbono neutro” e zero desperdício até 2050, sendo que 50% das vinícolas já trabalham para reduzir sua pegada de carbono e 90% delas já possuem plantas para reciclagem de água e de resíduos.

A Nova Zelândia tem reputação mundial na produção de Sauvignon Blanc e bons exemplares de Pinot Noir. Para conhecer alguns vinhos que ADEGA já degustou, clique aqui.

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 23/04/2022, às 09h10


Mais Mundovino