Mundovino

Penfolds Grange: garrafa da 1ª safra do ícone australiano é vendida por R$ 500 mil

A garrafa de 1951 foi arrematada em leilão exclusivo com outros rótulos da mesma década


Garrafa do Penfolds Grange 1951 assinada pelo enólogo Max Schubert

Não tem discussão: o Penfolds Grange é o vinho mais caro da Austrália.

Uma garrafa da lendária 1º safra, de 1951, foi vendida em um leilão exclusivo de rótulos raros da década de 50. Os lances chegaram ao patamar de 142 mil dólares australianos – pouco mais de R$ 535 mil. A garrafa está assinada pelo mítico enólogo Max Schubert e foi arrolhada pelo próprio em 1988.

"Isso é extraordinário", disse a diretora do leilão, Tamara Grischy. “Nunca, nem em meus sonhos mais loucos, teria pensado que uma garrafa de vinho australiano seria vendida por tanto. ”

Ela completa: “Este é um vinho unicórnio e comprador está emocionado por ter garantido este belo pedaço da história do vinho australiano para sua coleção.”.

Em leilão tempos atrás, o mesmo Penfolds Grange 1951 foi vendido por 103 mil dólares australianos. Em tempo, a vinícola comemora 70 anos em julho de 2021.

» Quem é o enólogo que vem fazendo história no Chile

» Bordeaux: como harmonizar a boa mesa com um dos vinhos mais icônicos do mundo

» Cognac: diz a lenda, o vinho destilado nasce de um sonho diabólico

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 19 de Julho de 2021 às 17:45


Mundovino Penfolds Grange 1951 Penfolds Austrália Vinho mais caro da Austrália Preço Vinho Vinho australiano