Revista ADEGA
Busca

Preços do Bordeaux caem a níveis anteriores ao “boom” chinês

A queda nos preços representa o fim de uma longa trajetória de altos e baixos na indústria dos vinhos


Segundo a firma Liv-ex, os preços dos vinhos de Bordeaux atingiram marcas significativamente baixas neste ano. De acordo com James Miles, cofundador da Liv-ex, é como se o “boom” chinês nunca tivesse acontecido. Miles afirmou que isso faz parte de uma longa trajetória de altos e baixos na produção e comércio dos vinhos de Bordeaux.

Os maiores Châteaus da região como Haut-Brion e Margaux puseram seus preços a níveis relativamente baixos no último ano. Miles, que também é diretor da Liv-ex, declarou: “A última década apresentou um ciclo normal em comparação ao passado. Entre 2005 e 2011 os preços se mostraram estáveis, mas no final de 2011 foi registrada uma queda que pode ser verificada até hoje”. O diretor também afirmou que não enxerga nenhum fim para esse padrão de altos e baixos que ocorre na região.

Por uma perspectiva mais otimista, especialistas avaliam de forma geral que o vinho se consolidou como um grande fator de investimento nos últimos anos, mesmo passando por cenários instáveis e imprevisíveis. Esse otimismo pode ser verificado principalmente no número de colecionadores de vinhos no mundo. Neste ano, uma pesquisa do grupo Barclays mostrou um aumento de quase 25% de colecionadores, dos quais 2% afirmaram que sua fortuna estaria ligada aos investimentos no campo do vinho. 

Redação
Publicado em 11/11/2014, às 17h48 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias