Ruinart alega ter produzido o primeiro Champagne rosé do mundo

Empresa descobriu documento de 1764 que falava de carregamento da bebida rosada, que estaria completando 250 anos em 2014


Ruinart rosé

Sabugueiro teria sido usado para dar a cor rosada ao espumante na época

A Casa de Champagne Ruinart revelou ter encontrado documentos que provam que foi a primeira empresa a produzir um Champagne rosé em 1764, uma história que completaria 250 anos agora em 2014.

De acordo com a empresa, relatos do livro da Maison indicam um registro de 14 de março de 1764, detalhando uma remessa de “uma cesta de 120 garrafas”, 60 delas eram Oeil de Perdrix. O termo Oeil de Perdrix se refere a uma coloração cobre roseada, a qual Ruinart afirma que é a prova de que envia Champagnes rosé desde 1764, exatamente há 250 anos.

Este Champagne rosé provavelmente era produzido pela adição de cores provenientes de sabugueiro para obter a coloração rosada, que era moda na época.

O primeiro carregamento de Ruinart rosé foi enviado para a Alemanha, ordenado pelo Duque de Mecklembourg-Strelitz. Frédéric Panaïotis, chef-de-cave de Ruinart, disse: “Como Casa de Champagne mais antiga da região, nossa história e herança são muito importantes e, portanto, ficamos muito empolgados em descobrir outra parte da história da casa e do mundo do Champagne. Estamos muito orgulhosos de nosso Champagne rosé e é maravilhoso saber que a história do Champagne rosé começou em Ruinart”.

Hoje, o Rosé de Ruinart é produzido pela mistura de vinhos tintos e brancos – um método que tem sido usado desde meados do século XIX. O rosé é feito a partir das uvas Chardonnay, da região de Montagne de Reims, e Pinot Noir.

 

Da redação

Publicado em 21 de Março de 2014 às 08:04


Notícias Champagne rosé Ruinart primeiro do mundo