Mundovino

Um dos principais terroirs do Chile abriga planta que pode ser a nova arma contra Covid-19

A Quillaja saponária é rica em saponina, substância que pode ser usada para a fabricação de vacinas contra a Covid-19


 

O Vale de Casablanca no Chile, um dos terroirs mais frios do país

O terroir de Casablanca no Chile é famoso pelo seu clima frio e incríveis vinhos principalmente de uvas que possuem como característica a boa vivência e maturação em temperaturas mais baixas, caso da Sauvignon Blanc, Chardonnay e Pinot Noir.

» Vinho e Covid-19: como os taninos combatem o coronavírus

Porém, uma árvore que cresce por lá, a Quillaja saponária, ou Quillay se mostra uma forte arma contra a Covid-19.

Essa espécie é rica em saponina, uma substância utilizada no desenvolvimento de adjuvante – produto que potencializa a ação de medicamentos e vacinas.

Quillaja saponária

Flor da Quillaja saponária, espécie é a nova arma contra Covid-19

Com uma viticultura muito ligada à terra, o Chile é um dos países que melhor mantém a boa relação entre produção das vinhas e vegetação natural. Fato que possibilitou a manutenção da flora local e a descoberta dos Quillays como armas contra a Covid-19.

A empresa Novavax Inc acredita que com a árvore nativa da região de Casablanca será possível produzir o QS-21 – nome do adjuvante produzido com a saponina – durante todo o estudo, porém para a produção das vacinas será necessária a plantação em laboratórios controladas.

Afinal, essa seria uma das vacinas mais baratas e a empresa acredita que em breve, serão os maiores produtores de vacinas do mundo.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 7 de Outubro de 2021 às 13:00


Mundovino Covid-19 Vinho Vale de Casablanca Chile Quillaja saponária Vacina