Vinícolas da Califórnia reabrem com piqueniques após a crise do Covid-19


As regiões do Napa Valley e Sonoma abrem nessa semana suas portas para os visitantes e clientes, que receberão utensílios descartáveis. A Kendall-Jackson Wine Estate, por exemplo, planejou passeios por suas vinhas e piqueniques 

Com a liberação do governo da Califórnia, as vinícolas e bares de vinho locais começaram nesta semana a abrir suas portas aos visitantes e ensaiar seu funcionamento normal, após meses fechados pela epidemia do Covid-19. Ou quase, porque são muitos os protocolos iniciais de segurança.

Diversas vinícolas do Napa Valley e de Sonoma publicaram chamados ao público na internet, ressaltando a alegria da reabertura e informando a respeito da novas medidas. Reservas antecipada e a limitação dos tamanhos dos grupos nas visitas são algumas delas.

LEIA MAIS

» Chablis, o vinho dos monges que cria na Borgonha um novo conceito de terroir

» Armagnac não é Cognac: conheça o destilado de 700 anos feito com 10 tipos de uvas brancas

 

A Kendall-Jackson Wine Estate, por exemplo, vinícola em Santa Rosa, no vale de Sonoma, reabriu oferecendo passeios pelas vinhas e piqueniques ao ar livre nas imediações, atividades que configuram as nova tendências.

Segundo normas do departamento de saúde da Califórnia, as equipes devem usar máscaras nas salas de degustação e priorizar os assentos ao ar livre, mantendo uma distância de um metro e meio entre grupos, com menus descartáveis, instalação de estações de higienização e limpeza frequente das garrafas e superfícies.

 

As vinícolas e bares de vinhos poderão funcionar com medidas de segurança e obedecendo ao distanciamento social. Muitas delas oferecem reservas para os grupos de visitantes na internet 

Da redação

Publicado em 10 de Junho de 2020 às 12:00


Notícias