Tannat

A queridinha do Uruguai

De origem francesa, a uva Tannat se popularizou no Uruguai, tornando o país o maior produtor.


Foi por volta de 1870 que o imigrante francês Don Pascual Harriage plantou as primeiras parreiras de Tannat no Uruguai. Mas só 200 anos mais tarde, quando os imigrantes bascos iniciaram o cultivo desta uva, a produção comercial ganhou impulso. A Tannat Uruguaia, também conhecida no país como Herriage, referência ao próprio Don Pascual, apresenta um estilo diverso do francês, devido às diferenças clonais e de terroir. Com um clima marítimo temperado o país é cercado por três grandes volumes de água: Oceano Atlântico, rio da Prata e rio Uruguai, o que torna as temperaturas noturnas suficientemente baixas para propiciar vinhos finos e com frescor. A latitude do país também é considerada ideal para o plantio e é a mesma dos vinhedos argentinos, chilenos, sul-africanos, e neozelandeses. O vinho de Tannat do Uruguai é menos agressivo e mais frutado que o gaulês, mantendo as características de cor escura, com taninos marcados, teor alcoólico médio e afinidade com carvalho. Para moderar sua adstringência, ela costuma ser cortada no Uruguai com a Merlot ou com a Cabernet Sauvignon para dar maior estrutura ao líquido. O vinho é um sucesso tão grande que hoje se transformou em um símbolo das vinícolas do país.

Leia mais sobre a Tannat!

Leonardo Mello

Publicado em 7 de Abril de 2006 às 12:20


Notícias Tannat Vinho uruguaio Vinho do Uruguai