Revista ADEGA
Busca

Vinho - 11.Jan - Descoberta

Arqueólogos encontram vinícola mais antiga do mundo, na Armênia


Nesta terça-feira, Arqueólogos afirmaram ter encontrado a mais antiga vinícola do mundo, na Armênia. A descoberta indica que humanos produziram vinho na Idade do Cobre, há mais de 6,000 anos atrás.

Restos da vinícola mais velha do mundo
"Essa é, até agora, a mais velha instalação de produção de vinho que se tem notícia, com prensa, fermentação e jarros de armazenamento", declarou Hans Barnard, que assina o artigo do estudo publicado na terça-feira pelo Journal of Archaeological Science.

Os artefatos foram descobertos por arqueólogos da Alemanha, Estados Unidos e Armênia, na região sul do país, nas proximidades do Irã, e perto de uma vila que ainda produz seu velho vinho.

Esses artefatos foram encontrados no mesmo lugar onde em junho de 2010, Arqueólogos descobriram perfeitamente preservados um mocassim de couro de 5,500 anos, considerado o mais velho do mundo.

A identidade dos antigo produtores de vinho da Armênia permanece um mistério, mas cientistas disseram acreditar se tratar de antecessores do povo Kura-eixos, um grupo precoce da Transcaucásia.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Bordeaux começa a investir nos orgânicos
+ Vinícola australiana encampa campanha contra AIDS

+ Produtor de vinhos e astro do futebol Americano, Charles Woodson brilha na reta final da NFL
+ A favor da sustentabilidade, produtora espanhola lança linha de cosméticos à base de uvas


Redação
Publicado em 11/01/2011, às 10h45 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias