Mundo Vino

Cidade paranaense entra com registro para nova IG de vinho

Bituruna no sul do Paraná possui quatro vinícolas e 94 produtores de uva


 

Bituruna, no sul do estado do Paraná, é conhecida como a capital do vinho paranaense

A Associação dos Produtores de Uva e Vinho de Bituruna – APRUVIBI – entrou com pedido no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, o INPI, para reconhecer a região como uma Indicação Geográfica na produção de vinho.

LEIA MAIS

» Trocando cerveja e destilado por vinho

» Vinhos são envelhecidos no mar na costa japonesa

O pequeno município que é conhecido como a capital do vinho paranaense possui hoje quatro vinícolas e noventa e quatro produtores de uva. A especialidade da região é o vinho de mesa feito principalmente com as uvas Bordô e Casca Dura, também conhecida como Martha. Porém, produtores iniciaram nos últimos anos a produção de espumantes moscatel e vinhos finos baseados Cabernet Sauvignon e Merlot.

A enóloga Michele Bertoletti Rosso, presidente da APRUVIBI, destaca que a região produz um vinho de caráter diferenciado, inclusive com análises sensoriais que comprovam a qualidade do vinho, “as características de altitude, amplitude térmica, clima e solo resultam em condições específicas e características únicas nos vinhos produzidos em Bituruna”, completa a enóloga.

Se aprovada será a primeira Indicação Geográfica do estado do Paraná. A região produz vinho há oitenta anos, porém nos últimos oito é que os vinhos ganharam qualidade e destaque.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 26 de Janeiro de 2021 às 17:00


Notícias Bituruna Vinho Indicação Geográfica Paraná