Revista ADEGA
Busca

Vinho fora de casa

Feira espanhola aponta como o vinho pode ser a resposta para grande retomada do setor turístico

Oportunidades de venda de vinhos para bares e restaurantes trazem benefícios para o setor HORECA


Feira espanhola aponta como o vinho pode ser a resposta para grande retomada de setor turístico

Feira realizada em Madri aponta oportunidades de venda de vinhos para bares e restaurantes

Na Europa a sigla HORECA é o canal de trabalho e distribuição de bares, hotéis, restaurantes e delivery de alimentos e bebidas.

» Vinho e Diabetes: novo estudo traz boas notícias

» Conheça o vinho brasileiro mais bem pontuado do Guia Descorchados 2022. Spoiler, ele nasce em Minas Gerais!

No começo deste mês de março, aconteceu em Madri a Horeca Professional Expo, reunindo quase 35 mil profissionais desses canais, que enfrentaram alguns dos maiores desafios durante a Pandemia de Covid-19. O êxito da feira deste ano, que ocupou 40 mil metros quadrados de exposição com mais de 500 empresas, congressos sobre hospitalidade, tecnologia e encontros de tendências, se deu pela necessidade de retomar os negócios e reavaliar parâmetros.

A Ministra da Industria, Comércio e Turismo da Espanha, Reyses Maroto, presente no encerramento do evento, declarou: "Vivemos um momento chave da história onde a valentia e a resistência do setor merecem a recuperação rápida, pois são muito relevantes para a transformação da economia". Dentro da feira, um novo espaço trouxe importantes considerações para quem vende bebidas, o Horeca Wine & Spirits (Horeca Vinhos e Destilados).

Durante os três dias da feira, vários painéis tiveram como tema o vinho dentro dos negócios de hotelaria e alimentação e foram analisadas as novas tendências e oportunidades para esse setor. Susana Molina, responsável pela comunicação e eventos da Enopassión, organizadora do encontro de vinhos e destilados, fez um resumo das conclusões dos grupos e aqui apresentamos:

"O vinho com êxito e rentabilidade nos negócios de hotelaria, restaurantes e bares - 8 oportunidades de consumo do vinho para os receptivos" 

  1. Consumo mais diurno
  2. Bebidas com menor teor alcoólico
  3. Acompanhamento da gastronomia
  4. Permanência mais longa nos locais de serviço
  5. Novos faixas de horário para consumo, fora do jantar e das refeições
  6. Novos formatos para os vinhos, tanto no presencial quanto no delivery
  7. Novos momentos de consumo
  8. Diferenciação através da diversidade dos vinhos

É importante considerar que as tendências apontadas acima pelos donos de bares e restaurantes, distribuidores, jornalistas especializados, sommeliers, analistas e empresários presentes nas discussões do evento, foram compiladas dentro de um país (Espanha) e continente (Europa) que tem uma relação muito mais próxima, fácil e - como não dizer - mais barata, com o vinho.

Mas isso não exclui que alguns desses pontos possam ser aplicados à realidade brasileira, facilitando a venda de vinhos em bares, hotéis e restaurantes brasileiros.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 14/03/2022, às 10h00


Mais Mundovino