Revista ADEGA
Busca

Ouro líquido

Guerra e pandemia criam uma busca por investimento em vinhos

Segundo o índice Knight Frank Luxury, os destaques são os rótulos de Champagne e Borgonha


Guerra e pandemia criam uma busca por investimento em vinhos. Crédito Getty Images

É natural que em tempos de incertezas os investidores busquem segurança. Ouro, papéis dos governos dos Estados Unidos e países europeus, dólar e euro costumam ser os ativos mais buscados para garantir os ganhos.

Mas um ativo se destacou em 2021 com rendimentos melhores até que o ouro!

» O que é e como investir em compras en primeur

» Vinho e Diabetes: novo estudo traz boas notícias

O vinho fino registrou segundo o índice Knight Frank Luxury, especialista em investimentos de luxo, um aumento de 16% em 2021 com destaque para regiões clássicas como Champagne – aumento de 31% - e Borgonha com 25% de valorização.

Segundo os especialistas da Knight Frank, a diversificação dos investimentos e a corrida por segurança devido à pandemia e, mais recentemente, à Guerra da Ucrânia, gerou uma busca por rótulos finos.

Nos últimos dez anos, o índice KFLII registrou um crescimento de 137% para o vinho, o que o coloca à frente de relógios (+108%) e bolsas (+78%). Ficando atrás apenas de carros de luxo que registrou uma valorização de 164% e uísques raros com impressionantes 428% de valorização.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

André De Fraia
Publicado em 10/03/2022, às 10h00


Mais Mundovino