As maiores fortunas da França estão no vinho, como o grupo LVMH e seus 90 bilhões de euros


 

Os rankings anuais publicados pela revista Challenges mostram que as maiores fortunas da França estão ligadas ao mundo do vinho. A primeira, por sinal, é Bernard Arnault, do grupo de artigos de luxo LVMH, que liderou novamente a lista das pessoas mais ricas da França. A fortuna estimada de Arnault aumentou consideravelmente nos últimos anos e está em € 90 bilhões.

O grupo LVMH é dono de propriedades como Krug, Dom Pérignon e Moët & Chandon, além de Hennessy Cognac, Château d’Yquem e Cheval Blanc em Bordeaux, bem como Clos des Lambrays na Borgonha.

 

LEIA MAIS

» Cabernet Sauvignon é a rainha das uvas de Bordeaux e conquista o mundo com vigor e versatilidade

» Zumbis e enólogos satânicos em cinco filmes de terror e vinho para se divertir entre taças

 

Depois de Arnault, os irmãos Alain e Gérard Wertheimer aparecem com uma fortuna estimada de € 50 bilhões. Eles possuem Châteaux Canon, Rauzan-Ségla e Berliquet em Bordeaux, assim como St Supery no Napa Valley.

 

 

Em sexto lugar na lista está François Pinault, dono do Château Latour de Pauillac, com uma fortuna de € 29 bilhões. Ele também adquiriu o Clos de Tart da Borgonha em 2017. Em sétimo lugar na lista de 2019 está a família Dassault, do Château homônimo em St-Émilion, com € 23 bilhões.

Pierre Castel está em oitavo lugar com valor estimado em € 14 bilhões, tendo construído sua fortuna na distribuição de bebidas. Em décimo lugar está Patrick Drahi, com € 9 bilhões, que recentemente comprou a casa de leilões Sotheby’s em um negócio avaliado em US$ 3,7 bilhões.

Em 11º lugar, com fortuna de € 8,5 bilhões, está a família Perrodo, proprietária dos Châteaux Marquis d’Alesme e Labégorce, na denominação de Margaux. A lista dos 500 mais ricos segue ainda com a família Bollinger, a família de Boüard de Laforest (Château d'Angélus) e a família Moueix (propriedades em Bordeaux e no Napa) – todos com fortunas estimadas em € 330 milhões. A família Cazes, do Château Lynch-Bages, tem € 320 milhões.


Da redação

Publicado em 26 de Junho de 2020 às 15:25


Notícias