Mundovino

A nova arma a favor do seu vinho é o protetor solar de argila, entenda a nova invenção de Napa Valley

O produto 100% natural é borrifado nas folhas da videira, aumentando a proteção natural que elas fornecem às uvas


 

Folhas do parreiral cobertas com a fina camada de argila

A vinícola californiana Green and Red Vineyards, em Napa, está pulverizando uma solução de argila nas folhas dos vinhedos.

“É como um protetor solar em um ser humano”, conta Ray Hannigan, um dos proprietários da empresa em entrevista à rede NBC.

A ideia dos viticultores é dar mais uma camada de proteção às uvas para enfrentar o forte calor que assola a região. Napa teve picos de temperatura que bateram os 38° C nesse verão do hemisfério norte.

A argila ajuda também na redução da temperatura das bagas

O produto utilizado é chamado de caulim, uma argila residual de cor branca que funciona, literalmente, como um protetor solar protegendo as folhas, que por sua vez, protegem as uvas do sol intenso.

Estudos na Austrália já mostraram que borrifar argila é eficaz também na redução da temperatura das bagas, favorecendo as boas condições de amadurecimento.

Esta é apenas uma das muitas técnicas que os produtores de vinho estão usando para lidar com os efeitos crescentes das mudanças climáticas. Além do “protetor solar” de argila, cobrir as plantas com um pano, ou mesmo replantar fileiras de vinhas em diferentes direções para que recebam menos os raios escaldantes do sol durante a parte mais quente do dia, são algumas das ações tomadas.

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 1 de Setembro de 2021 às 19:00


Mundovino Argila Vinificação Vinho Enologia Protetor solar Mudanças climáticas