Revista ADEGA
Busca

Escola do vinho

O que é o blend Meritage? Quais uvas utiliza?

O nome desse blend nasceu em um concurso com mais de 6.000 ideias


Vinhedo na Califórnia, uma associação de produtores diz que o Meritage só pode vir de lá

O termo Meritage apareceu pela primeira vez no final dos anos 1980, depois que um grupo de vinicultores americanos se uniu para criar um nome para os vinhos do Novo Mundo que usavam blends de uvas tradicionais de Bordeaux. A palavra foi selecionada entre mais de 6.000 inscrições em um concurso internacional. Meritage vem de “merit” (mérito), e “heritage” (herança). 

» Blend, corte ou mistura. Saiba tudo sobre esta técnica

» Por que misturar? Entenda como nasceram os blends

» Técnica ou inspiração? Como são criados os blends?

Um Meritage tinto é uma mistura de duas ou mais variedades “nobres” de Bordeaux como Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Malbec, Merlot, Petit Verdot, além das mais raras St. Macaire, Gros Verdot e Carménère. Além disso, para se qualificar como Meritage, nenhuma variedade de uva pode compor mais de 90% da mistura. Há também brancos, que podem conter Sauvignon Blanc, Sémillon ou Muscadelle. 

Uma associação de produtores californianos de “Meritage” diz controlar o uso do termo, mas é possível encontrar vinhos com esse nome e as mesmas especificações, na África do Sul, por exemplo. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Redação
Publicado em 08/03/2021, às 20h00 - Atualizado em 06/04/2021, às 17h41


Mais Escola do vinho