Escola do vinho

Supertoscanos, saiba tudo sobre esse blend

Um ícone moderno da Itália é conhecido por ser o primeiro a usar uvas francesas


 

Cave da Tignanello, uma das pioneiras na produção de Supertoscanos

Esta não é um denominação, sequer uma classificação. Supertoscano é o nome que se convencionou dar aos vinhos de excelência que eram impedidos de receber a indicação Chianti, pois, na época (anos 1960/1970), misturavam uvas francesas com a Sangiovese, algo até então proibido pelas regras do consórcio. Somente mais tarde é que elas foram liberadas. 

Os primeiros a “criar” Supertoscanos foram Mario Incisa della Rocchetta com seu Sassicaia e Piero Antinori com seu Tignanello.

Em seguida surgiram outros mais que lançaram diversos grandes ícones, após a percepção da boa aceitação dos vinhos toscanos baseados em castas francesas, fossem elas misturadas ou não às autóctones italianas.

» Blend, corte ou mistura. Saiba tudo sobre esta técnica

» Por que misturar? Entenda como nasceram os blends

» Técnica ou inspiração? Como são criados os blends?

Os dois pioneiros são ótimos exemplos: no Tignanello predomina a Sangiovese completada por Cabernet Sauvignon. Já no Sassicaia a predominância é da Cabernet Sauvingon e o restante de Cabernet Franc, ou seja, nada uvas italianas aqui.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Da redação

Publicado em 14 de Março de 2021 às 19:00


Escola do vinho Blend Corte Mistura Vinho História Escolda do vinho Supertoscanos