Revista ADEGA
Busca

Tecnologia promete sanar problemas causados por tempestades de granizo na Borgonha

Nova tecnologia pode diminuir em 50% a intensidade das chuvas de granizo que devastaram os vinhedos no ano passado


Borgonha

Vinhedos da Borgonha sofrem com tempestades de granizo nos últimos anos

A associação para estudo e combate aos problemas climáticos na Borgonha, chamada ARELFA, tem trabalhado intensamente para evitar futuras as tempestades de granizo como as que devastaram os vinhedos da região no ano passado.

Dessa forma, estão sendo angariados fundos para que sejam instalados geradores de partículas de iodeto de prata ou de acetilacetona de cobre que são lançadas na atmosfera e conseguem impedir a formação do granizo.

O vice-presidente da associação, Philippe Garrey, informou que embora nenhuma tecnologia deste tipo seja totalmente a prova de falhas, esta pode oferecer uma maior chance de sucesso com um orçamento razoável. “Testamos até foguetes anti-granizo para solucionar o problema, mas são muito caros”, afirmou Garrey.

A nova tecnologia está sendo bem recebida pelos produtores da região bastante devastada nos últimos anos. Só a área de Volnay, por exemplo, teve seus vinhedos atingidos seis vezes por tempestades de gelo desde 2001 e diversos produtores chegaram a perder até 90% de suas colheitas pelo menos uma vez nesse período.

A associação pretende arrecadar 100 mil euros este ano para instalar 34 geradores, um a cada 10 quilômetros ao longo da Côte de Beaune, sendo capaz de proteger 9 mil hectares de vinhedos.  “Os testes sugerem que eles podem diminuir a ferocidade de tempestades de granizo em 50%“, diz Garrey.

Redação
Publicado em 13/03/2014, às 08h08 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias