Mundovino

Vinícola gigante com 7 mil metros quadrados é descoberta em Israel

Segundo arqueólogos as escavações mostram que o lagar tem 1.500 anos


 

A escavação em Yavne da maior vinícola da era bizantina 

Arqueólogos anunciaram em Yavne, Israel, a descoberta da maior vinícola da época bizantina já encontrada. São 1.500 anos de história que estavam enterrados em uma átrea próxima à cidade.

» Nos 16 anos ADEGA, confira as 16 degustações AD 100 pontos

São 7 mil metros quadrados, cinco prensas e uma linha de produção que os pesquisadores classificaram como bem organizada e tinha a capacidade de produzir dois milhões de litros de vinho por ano.

“Ficamos surpresos ao descobrir uma fábrica sofisticada aqui, que era usada para produzir vinho em quantidades comerciais”, disseram os diretores da escavação, liderados pela Autoridade de Antiguidades de Israel, em um comunicado.

Assaf Peretz, Autoridade de Antiguidades de Israel

O lagar de vinho possuía cinco prensas como essa

A vinícola era dividida em andares, sendo o primeiro o local onde acontecia a pisa das uvas, o líquido escorria para um segundo andar onde ocorria a fermentação. A bebida produzida por ali era conhecida como “Vinho de Gaza e Ashkelon”, nome das cidades portuárias próximas que escoavam o vinho.

Segundo Jon Seligman, um dos líderes da escavação, o vinho produzido por lá era um branco “de leve prestígio que foi levado para muitos, muitos países ao redor do Mediterrâneo. Estamos falando do Egito, da Turquia, da Grécia, talvez do sul da Itália também”.

A ideia do governo local e dos pesquisadores é finalizar os estudos e abrir a área para turismo e para a formação de novos arqueólogos.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Assine ADEGA

André De Fraia

Publicado em 11 de Outubro de 2021 às 08:35


Mundovino Escavação Arqueologia Vinícola Vinho História Israel