ADEGA indica

5 novos blends que você precisa conhecer

Carbernet Sauvignon combina com Muscat? Este e outras misturas inusitadas dão origem a ótimos vinhos


Os blends nasceram provavelmente junto com a vitivinicultura. Mas, curiosamente, parecem vir sendo redescobertos nos últimos anos. Isso porque há uma tendência mundial de, a partir de novas técnicas baseadas em antigos movimentos, juntar cortes diferentes, para dar origem a novidades. E, olha, tem dado certo, como nos mostra o editor de vinhos de Adega, Eduardo Milan.

7 Colores Gran Reserva Cabernet Sauvignon Muscat 2017 - AD 90 pontos

"Suculento e gostoso de beber, tem refrescante acidez e taninos firmes e de boa textura"

The Chocolate Block 2013 - AD 92 pontos

"Refinado e estruturado, tem final carnudo e persistente, com toques de grafite e de alcaçuz."

Grey Single Block Apalta Vineyard GCM 2018 - AD 93 pontos

"Uma delícia, que se bebe perigosamente fácil e aparenta ser menos complexo do que realmente é"

Era dos Ventos Clarete 2020 - AD 92 pontos

"Uma ótima homenagem ao estilo clarete, esse tinto é composto de 4 variedades brancas e 2 tintas não reveladas pela vinícola(...)Não se engane com ele, é um verdadeiro lobo em pele de cordeiro"

 

De Martino Old Vine Series Las Cruces Malbec Carménère   2018 - AD 95 pontos

 "é na boca que diz a que veio, com seus taninos granulados e tensos, sua vibrante acidez e seu final austero e longo"

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

André De Fraia

Publicado em 10 de Abril de 2021 às 17:00


Adega Indica ADEGa indica Blends Blends diferentes Cortes Vinho