Mercado

Com preço em baixa, Cava terá limitação de produção para recuperar o seu valor

Com a diminuição no consumo de vinhos nos países europeus, produtores estão criando processos para segurar queda nos preços


 

Em 2021 a produção será limitada em 11 toneladas por hectare

O Conselho Regulador da Cava DO aprovou uma limitação na produção do espumante espanhol pelo segundo ano consecutivo.

As regras da região já preveem uma colheita máxima de 12 toneladas por hectare, visando a qualidade e não a quantidade.

Porém, a pandemia trouxe uma queda no consumo de vinho principalmente nos países europeus com o fechamento do setor que mais consome a bebida por lá, o chamado HORECA – hotéis, restaurantes e cafés. E assim, os produtores decidiram diminuir a rentabilidade dos vinhedos, buscando uma menor produção e freando uma eventual queda nos preços.

Em 2020 a produção ficou limitada em 10 toneladas por hectare, já em 2021 os valores subiram um pouco, 11 toneladas.

Javier Pagés, presidente do Conselho Regulador da Cava DO, diz que ainda não há circunstâncias ideais  para retomar a produção de forma normalizada.

A ideia é “defender expressamente os viticultores”, com a convicção de que é necessário pagar preços de produção justos para garantir a sustentabilidade do setor. 

“Toda a cadeia de valor da DO, e todo poder público, devem atuar com responsabilidade para garantir seu crescimento ordenado e sustentável”, disse Pagés.

As regras da região já preveem uma colheita máxima de 12 toneladas por hectare

A região produtora de Cava conta com mais de 6.8 mil produtores e tem 70% de seus vinhos exportados. Em 2020, devido a pandemia, a DO contabilizou uma diminuição de 14% na venda em relação ao ano anterior, porém o cenário futuro é visto com otimismo.

De acordo com as projeções do Conselho, o valor de vendas pré-pandemia deve ser atingido já em 2023.

» Balasto 2018: como o “vinho bailarina” coloca badalada vinícola uruguaia em outro patamar

» 10 vinhos ótimos para um casamento e tanto com a variada tábua de frios

» Baronesa com nome de rainha tem história fascinante e, hoje, grande vinho feito no... Chile!

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

André De Fraia

Publicado em 7 de Junho de 2021 às 13:50


Mercado Mercado Cava Cava DO Crise Pandemia Rentabilidade Venda Comércio