Como o vinho faz você se sentir?

Estudo aponta que idade e gênero afetam respostas emocionais ao vinho


Pesquisadores da Universidade Politécnica de Madrid e da Universidade de Euskampus Fundazioa do País Basco promoveram uma degustação às cegas de seis vinhos espanhóis com 208 participantes (cerca de metade homens e metade mulheres) e anotou as respostas emocionais de cada pessoa. Após a degustação de cada vinho, os participantes foram questionados sobre a aceitabilidade do vinho (classificado em uma escala de nove pontos) e, em seguida, sobre as emoções que ele provocou. Vinte e sete termos relacionados a emoções foram apontados em uma escala em que os participantes indicavam com que intensidade cada vinho os fazia sentir determinada emoção.

Em geral, os homens deram notas emocionais mais altas do que as mulheres, classificando termos como “entediado”, “calmo”, “bemhumorado”, “seguro” e “compreensivo” significativamente mais alto. As mulheres, por sua vez, geralmente deram notas mais baixas para cada termo emocional, mas relataram maiores diferenças nas respostas emocionais a cada um dos vinhos que experimentaram. Deve-se notar que as mulheres deram notas significativamente mais altas para o termo “alegre” ao consumir vinhos brancos, e notas mais baixas para esse mesmo termo ao consumir tintos.

Os pesquisadores também levaram em conta a idade dos participantes, que foram classificados em três grupos: adultos jovens (de 18 a 35 anos) com 45% do grupo; adultos de meia-idade (de 36 a 55 anos) com 29%; e adultos mais velhos (mais de 55 anos) com 26%.

Em geral, a faixa etária mais velha apresentou pontuações significativamente mais altas para os termos emocionais, especialmente os positivos, como “ativo”, “entusiasmado”, “agradável” e “curioso”. Mais termos negativos, como “culpado” e “preocupado” também foram mais bem avaliados pelos grupos dos mais velhos e de meia-idade. De acordo com o estudo publicado na revista Food Quality and Preference, isso poderia estar ligado a um aumento nos problemas de saúde à medida que as pessoas envelhecem.

Da redação

Publicado em 16 de Agosto de 2018 às 15:00


Notícias