MundoVino

Vinho tinto ajuda a combater o câncer

Estudo da Suíça sugere que o resveratrol, presente em vinhos tintos, é aliado contra o câncer


Um estudo realizado por pesquisadores na Suíça sugere que o resveratrol, composto polifenólico encontrado em vinhos tintos, pode prevenir o câncer de pulmão, mas apenas se ingerido de uma maneira “pouco convencional”: inalando-o.

Uma equipe da Universidade de Genebra (UNIGE) na Suíça monitorou quatro grupos de camundongos. Um deles recebeu resveratrol antes de ser injetado com carcinógenos, enquanto o segundo recebeu apenas os carcinógenos. A equipe observou que os ratos tratados com resveratrol desenvolveram 45% menos células malignas em comparação com o outro grupo.

Os outros dois grupos de camundongos eram de uma cepa já muito sensível ao desenvolvimento de tumores e nenhum grupo foi injetado com carcinógenos. Os cientistas deram doses de resveratrol a um grupo e nada para o outro. Eles descobriram que 63% dos ratos que receberam resveratrol não desenvolveram câncer, em comparação com 12,5% no grupo de controle.

“Descobriu-se que, quando você toma resveratrol por via oral, tem algum efeito na prevenção do câncer, talvez devido ao trato gastrointestinal, mas não nos pulmões. O que fizemos foi dar o resveratrol para os camundongos no nariz, então quando eles estavam respirando, o composto estava chegando aos pulmões”, apontou Muriel Cuendet, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIGE. Então, para que o resveratrol tivesse o mesmo efeito em humanos, ele teria que ser ingerido como um spray nasal?

+ Acompanhe as notícias de saúde

Da redação

Publicado em 10 de Dezembro de 2018 às 15:00


Notícias Resveratrol Vinho e saúde Vinho e câncer Câncer de pulmão saúde benefícios do vinho

Artigo publicado nesta revista

CHÂTEAU MARGAUX

Revista ADEGA 157 · Novembro/2018 · CHÂTEAU MARGAUX

VERTICAL DE 11 GRANDES SAFRAS + A ELEGÂNCIA E A LONGEVIDADE EXPLICADAS POR AURÉLIEN VALANCE