Mundovino - 166

Didier Mariotti assume a produção dos Champagnes de Veuve Clicquot

Anteriormente Mariotti era chef de cave da Mumm


Depois do surpreendente anúncio de que Dominique Demarville estava deixando suas funções como chef de cave da casa de Champagne Veuve Clicquot para trabalhar na Laurent Perrier, seu substituto foi apontado. Didier Mariotti, que até então estava na Mumm, foi contratado pela empresa da mais famosa viúva de Champagne e assumirá o cargo em janeiro, com período de transição  que começou em em agosto.

Mariotti começou sua carreira na Nicholas Feuillatte, passou por Moët & Chandon, até chegar à Mumm, onde foi promovido a chef de cave em 2009. Jean-Marc Gallot, presidente e CEO da Veuve Clicquot, disse: “Gostaria de agradecer sinceramente a Dominique Demarville por sua grande contribuição nos últimos 13 anos à qualidade unanimemente reconhecida de nossos vinhos, bem como à influência da casa em todo o mundo”.

Veja também:

Veuve Clicquot: o segredo do champanhe

Dominique Demarville deixa Veuve Clicquot no fim do ano

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Da redação

Publicado em 17 de Setembro de 2019 às 14:30


Notícias Veuve Clicquot Dominique Demarville

Artigo publicado nesta revista

Douro Primeira Prova

Revista ADEGA 165 · Julho/2019 · Douro Primeira Prova

Os melhores brancos, tintos e portos da safra 2017