É tri! Casas de Vinho do Porto declaram Vintage pelo terceiro ano seguido


O fenômeno gralmente ocorre três vezes em cada década, e as principais Casas de Vinho do Porto declararam seus vinhos Vintage pelo terceiro ano seguido, algo que raramente ocorre 

Os anos Vintage no Vinho do Porto são considerados excepcionais. Esses anos maravilhosos, em que o clima colabora de uma forma espetacular capacitando as vinícolas a produzirem seus melhores vinhos, são relativamente raros. De uma a três declarações de Vintage geralmente ocorrem por década e é muito incomum que ocorram anos consecutivos. Mas o que dizer quando isso acontece por três anos seguidos?

Pois bem, a safra de Vinho do Porto de 2018 está sendo amplamente anunciada, já que as principais casas começam a fazer suas declarações, isso após já terem declarado as safras de 2016 e 2017.

 

LEIA MAIS

» Vinho e pizza: o guia completo com harmonizações ideais para 32 sabores

» Nos vinhos ancestrais da Geórgia mora a uva que Noé plantou após o dilúvio

 

A Taylor’s, por exemplo, é uma das que anunciou seu terceiro Vintage seguido. “Embora uma declaração normalmente aconteça apenas cerca de três vezes por década, a sequência excepcional de anos significou que a Taylor pode fazer um terceiro Vintage consecutivo. Isso é muito incomum, mas nosso princípio é que apenas declaramos um Vintage clássico quando a qualidade está presente e isso é ditado pelo ano, e não por qualquer outra consideração”, disse Adrian Bridge, diretor administrativo da Taylor’s.

A Fonseca e a Croft, que como a Taylor’s são de propriedade da The Fladgate Partnership, também lançarão Vintage 2018. “A safra de 2018 produziu excelentes Vintage,com a maior intensidade de cor das safras recentes, sempre um sinal de boa extração e longevidade”, afirmou David Guimaraens. A Fonseca lançará um Porto Vintage Guimaraens 2018; o primeiro engarrafamento com o selo Guimaraens desde 2015.

 

O Douro teve  mais um ano de baixo rendimento em 2018, algo positivo para a qualidade das uvas, pois as fortes chuvas no início deram lugar a um longo verão quente e seco

Single Quintas da Crof, como o Quinta da Roêda, e da Symington Estates, como o Quinta do Vesúvio, o Dow’s Quinta da Senhora da Ribeira, Dow's Quinta do Bomfim, Graham's Quinta dos Malvedos, Warow's Quinta da Cavadinha e Cockburn's Quinta dos Canais, também serão lançados. Os Symington, assim como a Taylor’s, fizeram sua primeira declaração geral consecutiva.

A Quinta do Noval também declarou Vintage. O diretor administrativo Christian Seely comentou: “Talvez não seja de surpreender que declaremos o Porto Vintage da Quinta do Noval 2018. Como 2017, 2018 foi um ano de baixos rendimentos, mas por diferentes razões. 2017 foi um ano de seca extrema, enquanto 2018 foi marcado na primeira parte do ano por fortes chuvas. Posteriormente, no entanto, um longo verão quente e seco se seguiu”.

 

» Confira as melhores safras de Vinho do Porto dos últimos 50 anos 

 


Da redação

Publicado em 19 de Junho de 2020 às 15:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista