Mundovino

Garrafa de Lafite Rothschild 1868 é vendida por mais de US$ 120 mil em leilão

Leilão realizado pela Zachys em Nova York contou com mais de 600 lotes


Uma garrafa de 1868 estava entre os principais lotes de um leilão singular somente com vinhos do Château Lafite Rothschild realizado pela Zachys em Nova York no final de março. Nele, a garrafa de 151 anos alcançou o impressionante valor de US$ 123.500. O vinho estava em sua caixa de madeira original e um jantar no Château Lafite foi incluído no acordo.

Apesar do alto preço conseguido, a garrafa ainda passou longe de ser a mais cara já arrebatada em leilão, pois, no ano passado, um Romanée-Conti 1945 superou os US$ 500 mil. Ainda assim, o leilão que contou com 691 lotes arrecadou quase US$ 7,9 milhões. Acredita-se que este evento tenha apresentado a maior coleção de vinhos dos Domaines Barons de Rothschild (Lafite) já colocados em leilão vindos diretamente das caves do Château.

Veja também:

Lafite é considerado o melhor vinho da safra 2018

Romanée: a garrafa de vinho mais cara da história

Château Lafite “marca” nova safra como sendo excepcional

A safra 1868 é simbólica para Lafite, pois foi o ano em que o barão James de Rothschild tornou-se o proprietário oficial do Château. No mesmo leilão, uma magnum de 1869 alcançou o mesmo preço da 1868, que foi superada apenas por uma garrafa “imperial” (6 litros) de Lafite de 1959, vendida por US$ 160.500. “Trabalhar com Lafite nos últimos meses foi um ponto alto da minha carreira. Eu não poderia estar mais feliz com os resultados”, disse Jeff Zacharia, presidente da Zachys Wine Auctions.

Da redação

Publicado em 15 de Julho de 2019 às 18:00


Notícias Château Lafite Rothschild

Artigo publicado nesta revista

Gran Reserva

Revista ADEGA 163 · Maio/2019 · Gran Reserva

Conheça os Grandes Vinhos de Rioja + Seleção com ícones