Revista ADEGA
Busca

Governo argentino declara vinho "bebida nacional"

Nessa quinta feira, por 44 votos a favor e nenhum contra, o vinho foi declarado a bebida nacional do país


Poucas coisas no senado argentino - e em qualquer outro senado do mundo - conseguem ser aprovadas de forma unânime. Porém, quando se trata do vinho, isso foge à regra. Nessa quinta feira, por 44 votos a favor e nenhum contra, o vinho foi declarado a bebida nacional do país.

O projeto irá regulamentar a identificação de todos os vinhos feitos no país, que deverão levar os dizeres "Bebida Nacional" no rótulo, dando um passo além da classificação do vinho como alimento - e não apenas bebida - algo que é fundamental para que as zonas de elaboração possam ser identificadas.

A decisão, que impulsiona o Plano Estratégico Vitivinícola 2020, vai ajudar a promocionar o vinho no exterior, difundindo as características culturais que impliquem na produção, elaboração e consumo do vinho argentino e suas tradições. 

Um dos senadores a aprovar o projeto, Ruperto Godoy, assegurou que a aprovação do projeto é consequência de um decreto da presidenta Cristina Kirchner. "O vinho tem uma importância fundamental nas economias regionais que desenvolvem a vitivinicultura", finalizou.

Redação
Publicado em 04/07/2013, às 14h31 - Atualizado em 02/08/2013, às 11h17


Mais Notícias