Revista ADEGA
Busca

Mundovino

Nova Zelândia inicia grande programa para melhorar – ainda mais – sua Sauvignon Blanc

Pesquisas serão lideradas por instituto especializado junto com o governo neozelandês


Nova Zelândia inicia grande programa para melhorar – ainda mais – sua Sauvignon Blanc

Programa de sete anos, reúne governo e produtores na busca de uma melhor vitivinicultura

O Bragato Research Institute – órgão neozelandês financiado pelos produtores do país, em uma parceria com o governo local, iniciou um programa de melhoria da Sauvignon Blanc.

» Brad Pitt anuncia reabertura de estúdio musical no Château Miraval

O programa tem como objetivo desenvolver novas variantes da principal uva branca da Nova Zelândia e tornar a indústria do vinho mais resiliente – com maior resistência à seca e à geada – e sustentável, buscando uma resistência natural a pragas e doenças.

"A indústria vinícola neozelandesa tem um grande histórico de se unir para criar grandes projetos em benefício da indústria como um todo. Este será o primeiro programa nacional de melhoria de videiras no país", diz o CEO do Instituto, Jeffrey Clarke.

O Bragato Research Institute projetou um programa de pesquisa de sete anos que aplicará a mais recente tecnologia de sequenciamento de genoma, permitindo criar até 20 mil variantes totalmente novas da Sauvignon Blanc e em seguida, identificar plantas que exibem os traços considerados mais úteis para a indústria do vinho.

Programa de pesquisa vai proteger e melhorar ainda mais a Sauvignon Blanc neozelandesa - CEO do Instituto de Pesquisa Bragato, Jeffrey Clarke

"Programa de pesquisa vai proteger e melhorar ainda mais a Sauvignon Blanc neozelandesa", diz Jeffrey Clarke

"Este programa inovador constrói sustentabilidade para a Sauvignon Blanc da Nova Zelândia. O crescimento de um grande número de videiras – cada uma muito sutilmente diferente – nos permitirá selecionar características para acomodar um ambiente em mudança, capturar oportunidades de mercado e afastar ameaças de biossegurança", diz Clarke.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Glaucia Balbachan
Publicado em 17/12/2021, às 06h00


Mais Mundovino