Revista ADEGA
Busca

20.Jul - Preço de vinho do Porto deve diminuir

Preço de vinho do Porto deve diminuir


Decisão deve beneficiar consumidores
Como conseqüência à queda na comercialização de vinhos do Porto em 2008, a região demarcada do Douro vai reduzir a produção da bebida este ano. A iniciativa, embora tenha desgostado alguns produtores locais, deve ser benéfica para os consumidores, uma vez que evitará o aumento nos preços das garrafas.  

A quantidade da produção em 2009 foi fixada em 110 mil pipas (o equivalente a 55 mil tonéis). Serão menos 13 500 pipas em relação ao ano passado. A decisão foi tomada, em reunião do Conselho Interprofissional da Região Demarcada do Douro.

Isabel Marrana, diretora executiva da Associação de Empresas de Vinho do Porto, considera "adequada" o quantidade fixada, pois vai "evitar que sobre vinho na vindima e permitir a manutenção dos preços". Um objetivo que vê como "essencial e estratégico" para o setor.

A decisão, no entanto, não deixou de causar polêmica.  Manuel António Santos, presidente da Casa do Douro, considera a redução da produção "inconcebível", e classifica "a redução dos preços como um passo prejudicial para os que vivem da vitivinicultura".

Apesar do descontentamento dos produtores, a decisão já era esperada, uma vez que comercialização caiu este ano 3,7%. Com a decisão, comemorada pelos consumidores, os comerciantes esperam retomar o ritmo das vendas. "Não havia outra solução se não ter um benefício mais baixo", frisou Isabel.

+ Mais notícias sobre vinhos de Portugal:

Série de TV chinesa vai explorar o enoturismo

+ Vinhos do Ribatejo mudam de nome
Região do Douro vai produzir Porto rosé

+ Grande meio dos vinhos portugueses

+ Portugal, muito mais que o País do Vinho do Porto

+ O néctar lusitano

+ Conexão Portugal
+ Madeira: o paraíso é aqui!

Redação
Publicado em 20/07/2009, às 08h42 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias