Adega responde

Qual a diferença entre a condução da videira no sistema Y e em espaldeira?

O enólogo Anderson de Césaro explica a diferença entre as duas formas de condução de videira


[Colocar Alt]

O enólogo Anderson de Césaro já escreveu um artigo a respeito da condução de videiras para a revista ADEGA. Nele, ele pondera: “Quando citamos sistema de condução da videira, logo pensamos no formato como o vinhedo é construído. Isso não está de todo errado, mas tecnicamente é mais adequado chamarmos o ‘formato do vinhedo’ de sistema de sustentação da videira. Logo, isso faz parte do conjunto de técnicas que compõem o sistema de condução da videira, ou seja, a sustentação é apenas um dos inúmeros elementos da condução.”

Portanto, qual a diferença entre a condução da videira no sistema Y e em espaldeira?

De Césaro explica: O sistema Y – por muito conhecido como espaldeira Y – possibilita um dossel mais amplo, possibilitando assim uma maior área foliar e produções mais abundantes. Em contrapartida, exige maior emprego de mão- -de-obra para seu correto manejo. Já o sistema espaldeira – também conhecido como espaldeira simples – é um sistema mais limitado no tocante à área foliar e produção, exigindo menor emprego de mão-de-obra para o seu correto manejo. Os frutos são melhor expostos à radiação solar.

Se os compararmos visualmente, é como se observássemos a letra “Y” e a letra “I”. O sistema espaldeira é, sem dúvida, o que oferece potencial para colheitas mais qualitativas e menor rendimento.

Quem quiser saber mais pode acessar o artigo que Anderson De Césaro escreveu para ADEGA.

Da redação

Publicado em 29 de Janeiro de 2019 às 20:00


Notícias Videira

Artigo publicado nesta revista