Vinhos da década de 1930 descobertos em bunker nazista

Caçadores de tesouros descobriram dois vinhos da década de 1930 no interior de um bunker nazista


 

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, uma dupla polonesa de caçadores de tesouros descobriu no interior de um bunker nazista garrafas de vinho datadas da década de 1930. A dupla explorava os túneis do bunker localizado na cidade de Swinoukscie, no norte da Polônia. Acredita-se que ninguém entrou nos corredores subterrâneos há pelo menos 70 anos.

Os vinhos encontrados eram o 1938 Chateaux Grand Barrail Lamarzelle e o 1939 Chateau Latour-Martillac, que estavam dentro de uma caixa de munição no bunker. O primeiro vinho foi produzido pela St Emilion’s Chateaux Grand Barrail Lamarzelle, que hoje é de propriedade da Dourthe’s. O Chateau Latour-Martillac alcançou um valor de 270 libras durante um leilão em 2008.

A temperatura no interior do bunker é capaz de proporcionar condições perfeitas para o armazenamento dos vinhos, mas acredita-se que as bebidas podem ter estragado. Mesmo assim, é muito provável que sejam procuradas por historiadores e por colecionadores de vinhos.

Da redação

Publicado em 11 de Dezembro de 2014 às 08:00


Notícias Vinhos bunker nazista descoberta