Provino 2019

Vinhos para se apaixonar: World Wine anuncia rótulos próprios e novo posicionamento

Importadora busca trazer vinhos que o consumidor "tenha vontade de tomar outra taça"


O sommelier André Zangerolamo com o rótulo Terra Rossa, da World Wine

A primeira edição da Provino trouxe grandes empresas do mercado de vinho. A importadora World Wine é uma delas e mostra cara nova na feira. "Nosso estande tem um visual diferente, num spoiler do novo conceito que vamos adotar no próximo ano", comenta Priscila Roda, gerente de marketing da empresa.

A World Wine é uma das maiores importadoras do país e a presença dela funciona como uma grande vitrine para as vinícolas. "Nós endossamos nossas marcas como curadoras de experiências com o apoio e o investimento de nossos produtores para realizar o trabalho no Brasil", completa Priscila.

Leia mais:

O novo Ménage à Trois

Quem sabe vai mais longe

Para bebermos mais e melhor

O grupo acabou de completar 20 anos de estrada e ressalta a importância de um evento como a Provino – Feira Profissional de Vinhos e Destilados para impulsionar o setor. "A Provino ajuda a profissionalizar ainda mais o mercado nacional. Tenho certeza que ela vai se tornar referência para o mercado das Américas e depois até para o do Novo Mundo", aponta André Zangerolamo, sommelier da World Wine.

Além de conhecer a nova identidade visual da importadora, quem passa pelo espaço da World Wine pode conferir rótulos de doze vinícolas diferentes, de procedências distintas.

Priscila ainda destaca rótulos assinados pela própria World Wine, a portuguesa Val da Ucha e a italiana Terra Rossa, esta com origem na mesma região da família La Pastina, na Puglia.

“Essas parcerias são estratégicas para nos posicionarmos no mercado e mostrar que, sim, podemos fazer uma marca própria com muita qualidade e bom custo benefício. O objetivo é oferecer algo sob medida para os consumidores brasileiros”, relata.

“A World Wine tem vinhos que são vinhos importantes para o trade e são fáceis de beber comendo. A gente busca sempre apresentar um vinho que é legal e talvez vá ganhar uma excelente pontuação.  'Mas é um vinho que eu gostaria de beber?'. 'É um vinho que vai me dar prazer bebendo mais do que uma taça?'. Porque também não adianta um vinho que eu vou tomar uma taça e ok, queria já outro para provar. Então, sem dúvidas, eu espero que as pessoas tenham vontade tomar mais uma taça dos nossos vinhos", finaliza.

Veja também:

Paulo Laureano bom e barato

Women Wine Talks inspira mulheres no mundo do vinho

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Da redação

Publicado em 21 de Outubro de 2019 às 16:00


Notícias Provino 2019 feira de vinhos World Wine