Degustação

Adega Alentejana: veja os melhores vinhos

Adega Alentejana celebrou 20 anos em 2018 com portfólio ampliado e metas ambiciosas


No dia 8 de maio de 2018, a importadora Adega Alentejana completou 20 anos. Como o próprio nome já diz, seu foco inicial eram os vinhos do Alentejo, em Portugal, região de origem de um dos sócios. De três contêineres e apenas duas pessoas em 1998, hoje a empresa chega à casa de mais 100 contêineres importados, com uma equipe de respeito, com mais de 100 colaboradores, e não se restringe somente aos vinhos alentejanos, abrindo seu leque para além de Portugal.

“A empresa manteve sua alma portuguesa durante o percurso de 20 anos, e queremos que isso seja mantido. Além de Portugal, incluímos em nosso portfólio rótulos do Chile, Espanha, Itália e não vamos parar por aí. Como complemento e evolução natural, também passamos a importar alimentos e azeites”, apontou Manuel Chicau, que gere a empresa juntamente com a esposa Rosely e os filhos Pedro e André.

A celebração dos 20 anos da empresa tem a ver com o otimismo dos proprietários no mercado de vinhos brasileiro. Segundo eles, em 2017, o faturamento cresceu acima de 20%. “Atendemos diretamente mais de 3 mil clientes, distribuídos em 353 cidades nos 27 estados do Brasil”, enumera Chicau, que pretende ampliar esse leque e atender clientes em pelo menos 500 cidades e continuar crescendo de forma sustentada em ritmo superior a 20% ao ano.

Vale lembrar que, recentemente, em um movimento ousado, a empresa fez o maior investimento de sua história com a construção de um novo centro logístico climatizado em Mauá, que começou a ser operado outubro de 2015.

A Adega Alentejana não vem somente contribuindo com a cultura de vinho no país, mas também com a parte social. “Hoje doamos mensalmente 10% do nosso lucro a instituições que se destacam na prestação de serviços à população menos favorecida. Atualmente, ajudamos regularmente o Projeto Somar, em São Paulo, o Hospital do Câncer, em Barretos, a Abrinq e o Médicos sem Fronteiras”, afirma Chicau.

Em abril de 2018, São Paulo recebeu uma das etapas do 10° Road Show da Adega Alentejana 2018, acontece a cada dois anos. É um evento de duas semanas que visita 11 cidades em diferentes estados do Brasil. Ele apresenta mais de 120 vinhos de diversas regiões de Portugal (Douro, Dão, Tejo, Lisboa, Alentejo, Toro, Rueda, Ribera del Duero e Rioja), Espanha e Itália. ADEGA participou e traz os destaques. 

AD 92 pontos

QUINTA DE LA ROSA TINTO 2015

Quinta de la Rosa, Douro, Portugal (Adega Alentejana R$ 150).

Tinto composto de Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional, com estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês. Douro de carteirinha, mostra ameixas, cassis e amoras em profusão acompanhadas de violetas e de ervas frescas, que se confirmam na boca. Chama atenção pelos taninos de grãos finos, pela acidez refrescante e pelo final persistente e carnudo, com toques florais e de grafite. Uma delícia. Álcool 14,5%. EM 

AD 92 pontos

PÓ DE POEIRA TINTO 2015

Quinta do Poeira, Douro, Portugal (Adega Alentejana R$ 209).

Tinto composto de Touriga Franca, Touriga Nacional e Sousão, com estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês. Frutado e estruturado, impressiona pela profundidade e tensão do conjunto, tudo num contexto de refrescante acidez, taninos de ótima textura e final persistente, com toques florais e de cassis. Álcool 14%. EM 

AD 91 pontos

ALDEIA DAS SERRAS TOURIGA NACIONAL 2014

Adega de Silgueiros, Dão, Portugal (Adega Alentejana R$ 92).

Tinto elaborado exclusivamente a partir de Touriga Nacional, com estágio de 10 meses em barricas de carvalho francês. Refinado e agradável, mostra a cepa de um modo mais fresco e austero, com as típicas notas florais escoltando os aromas de cassis e de ameixas, que se confirmam no palato. Estruturado e vertical, tem vibrante acidez, taninos cheios de textura e final persistente, com toques especiados e de tinta nanquim. Álcool 13%. EM 

AD 91 pontos

QUINTA DE CHOCAPALHA BRANCO 2016

Quinta de Chocapalha, Lisboa, Portugal (Adega Alentejana R$ 108).

Branco composto de 90% Viosinho e 10% Arinto, sem passagem por madeira, mas mantido em contato com as borras por cinco meses. Mostra frutas brancas e de caroço acompanhadas de notas florias, minerais e de ervas frescas. Estruturado e gostoso de beber, confirma as frutas do nariz, tem deliciosa acidez, bom volume de boca, ótima textura e final persistente, com toques salinos e cítricos. Álcool 13%. EM 

AD 91 pontos

CEREMONY 10 YEARS OLD TAWNY

Vallegre, Douro, Portugal (Adega Alentejana R$ 200).

Tinto fortificado doce composto de Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Tinto Cão e Tinta Amarela, com estágio médio de 10 anos em cascos de carvalho. Num estilo mais fresco e de menor sensação de dulçor, mostra aromas de frutas secas e em compota seguidos de notas florais e de especiarias doces. Intenso e persistente, tem acidez e textura de taninos que trazem equilíbrio ao conjunto, tornando-o agradável e nada enjoativo de beber. Álcool 20%. EM

Da redação

Publicado em 19 de Janeiro de 2019 às 11:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista