Tinto como tinta

Artista usa 40 garrafas de vinho Borgonha para ilustrar a Torre Eiffel

Obra de serigrafia de Robert Ottesen usa a bebida para desenhar



Foram necessárias mais de 40 garrafas de tintos da Borgonha e um mês de experimentação para aperfeiçoar a fórmula ideal para a aplicação meticulosa da técnica de serigrafia (silk-screen). O resultado, porém, foi uma das mais belas obras 'alimentícias' de Robert Ottesen: a Torre Eiffel e o Sena.

"Quando a tinta possui uma conexão com o assunto da impressão, há uma declaração artística importante", explica Ottesen. "Eu usei o vinho da Borgonha para criar a imagem da Torre Eiffel, porque a região de Borgonha está ao sul de Paris". 
 
O mesmoa conteceu em outras de suas obras, como o Big Ben, feito com o tradicional chá inglês, o Taj Mahal com chocolate e o Space Needle, de Seattle, com café. Sendo um amante declarado de vinhos, Ottesen agiu com parcimônia na escolha dos rótulos testados para a fórmula perfeita. "Obviamente, eu não usei vinhos raros", disse ele. "Muitas tentativas e erros estavam envolvidos, e demorou muito para aperfeiçoar a fórmula da tinta ...e claro, a formulação final é um segredo bem guardado".
Por Maria Bolognese

Publicado em 31 de Agosto de 2017 às 09:16


Notícias Borgonha vinhos franceses