Escola do vinho

Carignan, Mazuelo ou ainda Cariñena, nomes diferentes para a mesma casta

Nascida em Aragão na Espanha, a casta é famosa por fazer os grandes vinhos do Priorat


 

Carignan, Mazuelo ou Cariñena. Nomes diferentes para a mesma casta

Diversas castas tem dois ou mais nomes oficiais, tudo depende do tempo, do local, da cultura e do idioma em que ela está inserida. Entre os exemplos clássicos temos a Trajadura, que pode ser Trincadeira ou ainda Tinta Amarela.

LEIA MAIS

» Spätburgunder? Blauburgunder? Conheça outros nomes da Pinot Noir

» Grenache, Garnacha ou Cannonau. Conheça os diferentes nomes dessa casta

Entre as castas com múltiplos nomes há uma variedade de origem espanhola que se espalhou pela França e ficou conhecida por seu sinônimo. A Mazuelo nasceu, provavelmente, em Aragão, na Espanha, e seu nome deriva de Mazuelo de Muñó, uma cidade na província de Burgos, em Castilla y León.

Já seu sinônimo mais conhecido, Carignan, em francês, vem da cidade de Cariñena (outro sinônimo comum), perto de Zaragoza, província de Aragão, não muito longe da DOC Priorat, onde é uma das estrelas. A Mazuelo costuma ser uma uva de alto rendimento, assim como alta acidez e cor profunda. 

Parreiral de vinhas velhas em estilo arbusto da Carignan no Chile

 

Na região francesa do Languedoc-Roussillon a Carignan se difundiu, sendo, em geral, mesclada com outras uvas nos vinhos. No entanto, lá também são produzidos varietais de estirpe e, por isso, alguns convencionaram chamá-la de “Pinot do Languedoc”. 

A casta, que já chegou a ser a mais plantada da França até o fim do século XX, tem cerca de 60 nomes! Além dos já explorados Mazuelo, Cariñena, Carignan e Pinot do Languedoc, podemos citar ainda Samsó na Catalunha, Carignane na Califórnia, Carignano na Sardenha e Gragnano na região de Nápoles.

 A ADEGA separou duas dicas. Ambos espanhois bem diferentes. Um Mazuelo e o outro um clássico do Priorat feito com a Carignan:

COLECCIÓN VIVANCO PARCELAS DE MAZUELO 2009 - AD 91 pontos

Bodegas Vivanco, Rioja, Espanha. Tinto elaborado exclusivamente a partir de Mazuelo, com estágio de 14 meses em barricas novas de carvalho francês. Mostra notas florais, especiadas e de ervas maceradas que envolvem as frutas negras mais maduras. Depois aparecem notas defumadas e de carne. Estruturado, potente e carnudo, chama atenção pela textura de taninos e pelo final longo e cheio, com toques terrosos, de couro, de café e de tabaco. Álcool 15,5%. 

MANYETES 2011 - AD 93 pontos

Clos Mogador, Priorato, Espanha. Tinto elaborado exclusivamente a partir de Carignan, advindos do vinhedo Manyetes, com estágio de 18 meses foudres (2.300 litros). Ao contrário do seu irmão mais velho, Clos Mogador, este vinho mostra um estilo mais fresco e acessível quando jovem, esbanjando fruta suculenta, bom volume e certa untuosidade, tudo envolto num contexto de taninos de ótima textura e boa acidez. Complexo e persistente, tem a virtude de aliar potência, força e finesse. Álcool 15,5%. 

Quer mais dicas? Clique aqui para conferir os melhores Carignans já degustados pela ADEGA. Aqui para os melhores da Mazuelo e aqui para os Cariñena.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 11 de Novembro de 2020 às 15:00


Notícias Carignan Cariñena Mazuelo Vinho