Mundovino

Consumo de vinhos entre os jovens caiu nos Estados Unidos

Pesquisa da Wine Intelligence mostra que número de consumidores jovens está diminuindo nos Estados Unidos


Segundo Lulie Halstead, diretora executiva da consultoria Wine Intelligence, entre os consumidores regulares de vinho nos Estados Unidos, 21% deles têm 65 anos ou mais. Três anos atrás, essa parcela era de 16%. E, mais preocupante é que o número de consumidores entre 21 a 35 anos está diminuindo. Havia 7,5 milhões de consumidores regulares de vinho nessa faixa etária há três anos. Agora existem 6,5 milhões.

Segundo ela, além de diminuir o número de consumidores jovens, estes têm menos conhecimento sobre vinho. Segundo ela, os jovens agora conhecem menos regiões vinícolas e varietais do que os bebedores de sua idade três anos atrás e, além disso, seu nível de confiança sobre o vinho também diminuiu. “Eles estão mais conscientes sobre os preços e estão moderando mais em termos do consumo geral de álcool”, apontou Lulie, que alegou as facilidades da vida moderna (informações diretas no smartphone) para justificar o menor conhecimento dos consumidores sobre o vinho (“Eles simplesmente não conseguem se lembrar, porque agora estamos em um mundo onde você não precisa se lembrar das coisas”).

Leia mais:

Os vinhos do Novo Mundo podem envelhecer?

+ André Tchelistcheff, o aristocrata russo que revolucionou o vinho dos Estados Unidos

Outra tendência relatada é que os consumidores que dizem gostar de experimentar novos vinhos regularmente estão diminuindo, enquanto aqueles que dizem que aderem ao que já conhecem estão aumentando. “Isso não precisa necessariamente ser algo negativo”, disse Halstead, pois significa só que os consumidores sabem do que gostam por estarem mais familiarizados.

Segundo pesquisas, os consumidores também acham que o vinho é mais caro, mesmo quando não é. Como resultado, o impacto visual do rótulo e do design da garrafa tem ganhado importância.

+ Vinhos amercianos avaliados pela ADEGA

Da redação

Publicado em 12 de Abril de 2019 às 13:00


Notícias Estados Unidos Vinhos americanos

Artigo publicado nesta revista