Mundovino

A guerra do Prosecco: italianos vão à luta contra similar croata, o Prošek

O nome é semelhante, mas o vinho da Croácia é completamente diferente


Prosecco, o espumante italiano tem o nome protegido por lei 

A Itália declara uma guerra jurídica ao vinho croata.

O alvo é o vinho de sobremesa croata Prošek (pronuncia-se “procheque”). Muito mais parecido em estilo com o italiano Vin Santo, mas com nome muito perto do espumante protegido por lei, Prosecco.

É a segunda vez que a Croácia pede à Comissão Europeia o reconhecimento do Prošek como um vinho protegido por denominação. A primeira vez em 2013 solicitação foi negada depois que os italianos produtores de Prosecco alegaram que justamente a similaridade dos nomes poderia causar confusão nos consumidores.

O vinho croata é produzido com o método de appassimento na região da Dalmácia com as castas brancas locais Bogdanuša, Maraština e Vugava e a tinta Plavac Mali.

O argumento dos produtores é que o Prošek possui uma história de mais de 2 mil anos e se trata de um vinho completamente diferente do italiano Prosecco.

Vinhedos na região croata da Dalmácia, casa do Prošek

“Tenho certeza que 99% das pessoas entenderiam que são duas palavras diferentes”, argumenta Ivo Dubokovic, um produtor de vinho em Jesla, na ilha dálmata de Hvar.

Os nomes dos dois vinhos têm origem comum porque a região da Dalmácia foi governada pela República de Veneza entre 1420 e 1797. Prosecco e Prošek surgiram a partir do esloveno prozek, que significa “caminho pela floresta”.

» Não estranhe se alguém lhe pedir para pegar o Jeroboão

» Por que os vinhos antigos devem ser tratados com extremo cuidado

» O que é a pinça enorme usada para abrir Vinhos do Porto?

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 3 de Julho de 2021 às 15:00


Mundovino Prosecco Prošek Vinho Itália Croácia Disputa