Mundovino

Itália aprova certificado de sustentabilidade para a cadeia produtiva do vinho

O país é o primeiro a obter um certificado de sustentabilidade dessa magnitude para seus vinhos


Vinhedos na Itália já aderem a práticas sustentáveis

A Itália deverá ser o primeiro país a obter um sistema de certificação de sustentabilidade para a cadeia produtiva do vinho.

» Estudo da Universidade de Oxford aponta o culpado pelas geadas que arrasaram vinhedos na França

Foi aprovado o decreto do ministério da agricultura que institui o CoSVi (comité de sustentabilidade do vinho).

 “Através de um logotipo, os vinhos italianos poderão certificar e comunicar que são feitos seguindo regras de produção específicas que conferem importância e atenção ao impacto ambiental. Uma mais-valia para toda a produção vitivinícola nacional e um fator relevante para consumidores e mercado, cada vez mais atentos aos temas ambientais”, diz o deputado Filippo Gallinella, presidente da comissão agrícola do Parlamento italiano e primeiro signatário da emenda que institui o sistema unitário de certificação da sustentabilidade da cadeia produtiva do vinho, que utiliza os procedimentos do Sqnpi (sistema nacional de qualidade da produção integrada). 

Segundo ele, a constituição do CoSVi conduzirá à aprovação de uma produção disciplinar contendo as boas práticas a seguir nos campos e vinícolas para garantir o respeito do meio ambiente, a qualidade e a segurança alimentar, a proteção dos trabalhadores e dos cidadãos; e um adequado sistema de monitorização e individuação dos indicadores necessários à avaliação da sustentabilidade da cadeia produtiva do vinho. 

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Da redação

Publicado em 12 de Setembro de 2021 às 08:00


Mundovino Sustentabilidade Vinho Itália Vinho Italiano Comité de sustentabilidade do vinho Cosvi