Mundovino

Leilões de vinhos da Sotheby's quebram recorde

Valor arrecadado no primeiro semestre é histórico


Leilão de vinhos pela Sotheby's arrecadou US$ 2,7 milhões com a venda de caixas Mouton Rothschild para ajudar Notre Dame

Os leilões de vinhos da Sotheby's alcançaram US$ 65 milhões no primeiro semestre de 2019, um aumento de 23% em relação ao mesmo período de 2018 e o maior total desde o início dos leilões de vinhos em 1970.

Os resultados foram impulsionados enormemente por um leilão de quatro dias em Hong Kong que angariou US$ 34,8 milhões no total, um novo recorde mundial para uma série de vendas de vinho. As 75 caixas de vinhos Mouton Rothschild vendidos para ajudar o Palácio de Versalhes e a Catedral de Notre-Dame adicionaram mais US$ 2,7 milhões.

Leia mais:

Leilão de vinhos da Sotheby’s bate valor recorde

Château Mounton Rothschild leiloa vinhos pela Sotheby's

Notre Dame reergue-se com ajuda de produtores de vinho

Enquanto isso, o mais recente leilão em Londres, em junho deste ano, registrou US$ 3 milhões, o maior resultado deste ano para uma venda na capital. Se o ritmo continuar, a casa de leilões pode estar a caminho de quebrar o recorde de US$ 100 milhões alcançado no ano passado.

“A força contínua do mercado de vinhos finos, combinados com a confiança de alguns dos maiores colecionadores do mundo, que compram e vendem os seus vinhos através de nós, resultou em mais um recorde – mais de 20% à frente de qualquer ano anterior e mais do que qualquer outra casa de leilões”, afirmou Jamie Ritchie, diretor mundial da Sotheby’s.

Veja também:

+ Vinhos Mounton Rothschild avaliados pela ADEGA

Como tirar o máximo proveito de uma feira de vinhos

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Da redação

Publicado em 9 de Setembro de 2019 às 09:00


Notícias Sotheby's leilão de vinhos mercado de vinhos Mouton Rothschild

Artigo publicado nesta revista

Douro Primeira Prova

Revista ADEGA 165 · Julho/2019 · Douro Primeira Prova

Os melhores brancos, tintos e portos da safra 2017