Mundo Vino

Nova fronteira do vinho chileno, a Ilha de Páscoa

Seu terreno vulcânico está sendo explorado para uvas de clima frio


 

Foto dos pesquisadores mostra os parreirais selvagens nascidos dentro do vulcão Rano Kau

O Chile começa a explorar um novo terroir e ele dista "apenas" 3.756 km de Santiago. Trata-se da Ilha de Páscoa, considerado o local habitado mais isolado do mundo – depois do Chile continental o local mais próximo é o Taiti que está a mais de 4.000 km – agora começa a produzir vinhos.

São apenas dois hectares com 7.000 vinhas, metade Chardonnay e metade Pinot Noir, plantados em um solo argiloso e com uma boa quantidade de matéria orgânica próximo ao Rano Kau, um vulcão inativo que é um dos pontos turísticos da ilha e ajudou a gerar o solo em que os vinhedos estão plantados.

Além do solo o destaque local vai para o clima. Um dos responsáveis pelo projeto o engenheiro agrônomo Álvaro Arraigada comentou que a ilha tem potencial para bons vinhos, "as águas mais frias, temperaturas menos extremas e níveis mais baixos de umidade indicam que o crescimento das vinhas para fins de vinificação pode se desenvolver com sucesso".

» Estudo mostra que taninos podem inibir a Covid-19

» Vinho fermentado em madeira, conheça seu uso e sua história

» Tanino: o que é esse componente do vinho?

A ideia de tentar o novo terroir na Ilha de Páscoa surgiu após serem encontradas uvas selvagens nascendo dentro do vulcão Rano Kau. Uma pesquisa feita por historiadores chilenos comprovou que as parreiras foram levadas para a ilha por colonos franceses do Taiti. "Cortamos 300 amostras de vinhedos selvagens encontrados no interior do vulcão Rano Kau, em diferentes estados de crescimento e maturação, algumas até produzindo uvas”, explica Arriagada. “Montamos um viveiro para avaliar a adaptabilidade e o cultivo. O próximo desafio é fazer um estudo de ampelografia para descobrir quais são as variedades. "

Pesquisador com as amostras dos vinhedos selvagens encontrados na Ilha de Páscoa

Os pesquisadores ainda acreditam que a produção de vinho na ilha será um grande desafio, uma vez que não se sabe como o clima se comporta e nem qual será o resultado do cultivo em solos tão singulares como encontrados na Ilha de Páscoa.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

André De Fraia

Publicado em 9 de Fevereiro de 2021 às 18:00


Notícias Ilha de Páscoa Vinho Terroir Vulcão