Escola do vinho

O que faz e qual a origem do termo sommelier

Qual a diferença entre enólogo, enófilo e sommelier?


 

Sommelier em um restaurante, mas não foi assim que a profissão nasceu

Sommelier é um termo francês que evolui com o tempo, assim como um bom vinho de guarda.

» 10 erros comuns para evitar no mundo do vinho

Sua origem remonta à Idade Média, mais precisamente ao século 13, quando era usado para designar o condutor de animais de carga.

Um século depois, o nome era usado para apontar pessoas encarregadas de transportar e guardar as provisões da corte francesa em suas viagens. Havia um sommelier de frutas, um de pães, um de carnes, um de armas etc.

Porém, aos poucos, o termo sommelier passou a substituir o “échanson”, ou escanção – que remete ao oficial da corte que serve vinho ao rei.

Sommelier na época medieval tinha entre suas funções degustar o vinho antes do rei para testar venenos

Este profissional, além de servir, também provava o vinho antes para assegurar que a bebida não estava envenenada. A palavra “échanson” é, portanto, anterior a sommelier.

Escanção, ainda hoje, é usado pelos portugueses para se dirigir ao profissional encarregado dos vinhos nos restaurantes.

Somente a partir do século 19, o termo sommelier ganhou a identificação moderna e começou a indicar os profissionais especializados em bebidas alcoólicas nos restaurantes.

» Terroir, tanino, perlage: um guia com os principais termos do mundo do vinho

Paris acabava de se tornar o centro mundial da gastronomia e para garantir a qualidade dos vinhos, os restaurantes tinham um profissional que cuidava da compra, estocagem e de degustar a bebida antes de ser servida.

O paralelo com o antigo trabalhador da corte foi imediato e o sommelier ganhou o mundo.

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Da redação

Publicado em 19 de Setembro de 2018 às 11:00


Escola do vinho sommelier enólogo enófilo escanção diferenças

Artigo publicado nesta revista