Mundo Vino

Primeiro vinho turco 'ultra-premium' homenageia Django Reinhardt e esgota em seis meses


 

 

Um Cabernet Sauvignon de um vinhedo único do produtor turco Chamlija, rotulado de Django, esgotou em seis meses após o lançamento. Isso talvez não fosse um fato relevante se a garrafa não custasse cerca de R$ 650. Assim, ele é considerado o primeiro vinho ultra-premium do mercado turco.

Apenas 200 caixas da bebida, produzida a partir de uvas colhidas em setembro de 2016, foram feitas. O fundador da vinícola, Mustafa Camlica, afirmou que o vinho esgotou apesar do “preço estratosférico de um vinho turco e da crise de Covid-19”. Ele disse que o vinho, que recebeu uma medalha de ouro na última edição do Global Cabernet Sauvignon Masters, teve “extremo sucesso” nos mercados em que foi lançado, como Turquia, Taiwan, Reino Unido e Suíça. “Conseguimos exportar um terço de toda a nossa produção. Chamlija continuará a exportar vinhos sofisticados e a surpreender os mercados por sua qualidade”, disse.

 

LEIA MAIS

» Grupo Primum Familiae Vini dá prêmio de 100 mil euros a vinícola familiar sustentável

» Preços dos vinhedos aumentam e hectare na Borgonha pode custar 6,5 milhões de euros

 

 

O vinho foi feito em homenagem ao guitarrista e compositor de jazz de origem belga Django Reinhardt. O rótulo mostra o “sultão de Strandja", uma referência ao álbum de Reinhardt, “Sultan of Swing”.

 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 19 de Julho de 2020 às 15:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista