Vinícolas do mundo

Quinta do Vale Meão, um ícone português

Como uma das famílias mais conhecidas do mundo do vinho construíram uma vinícola única


 

O enólogo Francisco de Olazabal y Nicolau de Almeida e a Quinta do Vale Meão

Quinta do Vale Meão, propriedade que dá nome ao vinho, foi a última das aproximadamente 30 grandes quintas que pertenceram à famosa Dona Antónia Adelaide Ferreira, conhecida por todos como “Ferreirinha”, um dos nomes mais importantes da história vinícola de Portugal, em especial do Douro.

LEIA MAIS

» Uma epopeia no Douro - como a Quinta do Vale Meão se tornou um ícone

» Vinhos Barca Velha e Pêra-Manca são os orgulhos líquidos de Portugal

 

O Meão foi a única quinta que Ferreirinha construiu do zero, em um terreno onde antes só havia mato e animais selvagens, uma área ainda pouco explorada do Douro Superior, justamente pela distância que separava a região das cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia e pela dificuldade em se chegar até lá.

Francisco Javier de Olazabal, trineto da lendária Ferreirinha, assumiu a gestão do grupo nos anos 1970 e, ao longo do tempo, em um processo de aquisição das partes de familiares e coproprietários, tornou-se, juntamente com seus filhos, único proprietário da quinta. Em 1998, após renunciar ao cargo de presidente da A.A.Ferreira, Francisco estabeleceu a empresa F. Olazabal & Filhos, a qual é o atual presidente e seu filho Francisco de Olazabal y Nicolau de Almeida é o enólogo.

Confira aqui os rótulos degustados pela ADEGA desse clássico português.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 24 de Outubro de 2020 às 19:00


Notícias Quinta do Vale Meão Ferreirinha Vinho Portugal Vinícolas do Mundo