Mundo Vino

Corte de Mestres Sommeliers das Américas é desmantelada por acusações de assédios

Ao todo doze pessoas foram afastadas ou renunciaram


 

Um dos maiores grupos de educação no mundo do vinho tem sua diretoria desmantelada por acusações de assédio

A Corte de Mestres Sommeliers das Américas (CMS-A), que tem sua sede em Napa na Califórnia e é filiada à Corte de Mestre Sommeliers da Inglaterra, foi desmantelada depois de uma série de acusações de abusos e de assédios sexuais contra mulheres que buscavam certificação no grupo.

LEIA MAIS

» Documentário narra a luta de quatro sommeliers pelo Master Sommelier diploma

» Notas de Rebeldia: o duro caminho de um Master Sommelier no Netflix

Ao todo doze pessoas ligadas à diretoria, incluindo o presidente, foram afastadas ou renunciaram a seus cargos devido às fortes acusações.

A vice-presidente, Virginia Philip disse “´Nós concordamos que uma reforma na CMS-A é o único caminho para garantir a existência e integridade da organização e para melhor proteger as pessoas que procuram aprender e ganhar as credenciais pelas quais todos trabalhamos tanto”. Ela será a responsável pelo órgão durante a transição para um novo presidente.

A esperança dos alunos e da comunidade do vinho é que as promessas de mudança sejam feitas e tragam de volta a credibilidade para uma das grandes escolas enófilas do mundo.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

André De Fraia

Publicado em 13 de Novembro de 2020 às 12:00


Notícias Assédio Corte Mestre Sommelier Vinho