Mundo Vino

Estados Unidos ampliam o número de AVAs

O Oregon ganhou duas novas AVAs, total no estado sobe para 21


 

Vinhedo da Stoller Family Estate no Willamette Valley

O governo dos Estados Unidos aprovou as AVAs (American Viticultural Area – algo como as Denominações de Origem) de Laurelwood District e Tualatin Hills, ambos parte do Willamette Valley, no Oregon. Elas se tornaram oficiais em julho de 2020. Com isso, eleva-se o número total de AVAs no estado para 21.

LEIA MAIS

» God Bless America - o que o Tio Sam tem feito de bom hoje

» Os melhores vinhos dos Estados Unidos que a ADEGA já degustou

As duas áreas vitícolas estão localizadas adjacentes uma à outra no noroeste do Willamette Valley. Tualatin Hills é a maior das duas, abrangendo 58 mil hectares, dos quais 400 são plantados. Inclui 31 vinícolas e salas de degustação, e fica a oeste de Portland e ao norte da AVA Yamhill-Carlton, dentro da bacia hidrográfica do rio Tualatin. A petição da AVA foi apresentada em 2015 por Alfredo Apolloni da Apolloni Vineyards, Rudy Marchesi da Montinore Estate e Mike Kuenz da David Hill Winery.

Já Laurelwood abrange 13 mil hectares, cerca de 400 com vinhas e mais de 30 vinícolas. “O mais significativo sobre esta AVA é que ela é definida pelo solo, não apenas por uma fronteira geográfica”, disse a enóloga Luisa Ponzi, da Ponzi Vineyard, que, juntamente com a Dion Vineyard, apresentou a petição em 2016.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 12 de Outubro de 2020 às 15:00


Notícias Oregon Estados Unidos AVA Vinho

Artigo publicado nesta revista