Mundovino

Leilão Premiere Napa Valley 2019 alcançou quase 3,7 milhões de doláres

A venda deste ano teve 187 lotes e não superou a edição anterior


Todo ano, um dos eventos mais esperados da Califórnia é o leilão Premiere Napa Valley, que ajuda a verificar a receptividade do mercado para as novas safras da região. Neste ano, em fevereiro, o leilão alcançou quase US$ 3,7 milhões, abaixo do total do ano passado, que foi de US$ 4,1 milhões. O recorde histórico é de US$ 6 milhões, valor atingido em 2015 e que refletiu a empolgação em torno da safra 2013. Os principais lotes deste ano foram da safra 2017.

A venda deste ano teve 187 lotes – 30 a menos que em 2018, de acordo com o Napa Valley Vintners. O lote principal foi da Silver Oak, com 20 caixas de Cabernet Sauvignon 2017, que foram vendidas por US$ 140.000. Este é o segundo ano consecutivo que a Silver Oak emplaca o maior valor do leilão.

Veja também:

+ O vinho californiano além do Napa Valley

+ Vinhos do Napa Valley avaliados pela ADEGA

+ A fortaleza medieval Californiana no Napa Valley

Vale lembrar que na Premiere as vinícolas oferecem um vinho singular aos licitantes (somente do comércio), que então vendem e podem ver seu valor aumentar. Todos os lotes têm entre 60 e 240 garrafas e são assinados pelos produtores. Schramsberg, por exemplo, ofereceu 60 garrafas de J Shram 1998, que foram arrematadas por US$ 24 mil.

Cerca de 72% dos lotes oferecidos neste ano foram de 2017, a maioria ainda em barrica e da variedade Cabernet Sauvignon, e isso forneceu uma nova visão sobre uma safra que foi assolada pelos incêndios florestais na época.

+ Acompanhe as notícias do Napa Valley

Da redação

Publicado em 20 de Abril de 2019 às 14:00


Notícias Napa Valley Premiere Napa Valley Vinhos americanos Silver Oak

Artigo publicado nesta revista

OPUS ONE

Revista ADEGA 161 · Março/2019 · OPUS ONE

VERTICAL ÉPICA COM TODAS AS 37 SAFRAS DO ÍCONE AMERICANO